quinta-feira, 13/05/2021
Reunião contou com a presença de representantes dos órgãos vinculados à Secretaria

Sedetec discute planejamento estratégico até 2022

Buscando validar e direcionar as metas, indicadores estratégicos e dinâmicas de trabalho para os próximos períodos, foi realizada nesta terça-feira (02) a reunião de avaliação do planejamento estratégico do sistema da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec). Ocorrida virtualmente, a reunião contou com a participação de diretores e representantes das Assessorias de Planejamento dos órgãos vinculados com o propósito de acompanhar as ações definidas para o período 2019-2022.

A reunião teve como objetivo geral o fortalecimento dos processos de formulação, implementação, monitoramento e avaliação de planos, programas, projetos e ações voltados para a entrega de resultados à sociedade sergipana no âmbito do Sistema Sedetec. Nesse sentido, foram apresentados encaminhamentos voltados ao alinhamento do planejamento setorial às orientações estratégicas do Governo do Estado.

“Este é o momento de fazer o dever de casa e prestar contas entre nós mesmos, buscando solidificar nosso planejamento até 2022. Agradecemos a toda a equipe da Sedetec e órgãos vinculados pelo empenho, e reforçamos nosso compromisso na busca por soluções coletivas e coordenadas, sempre em consonância com o planejamento do Governo de Sergipe”, afirmou o secretário José Augusto de Carvalho.

O redesenho das metas e indicadores propostos para o biênio 2021-2022 também esteve entre as pautas discutidas na reunião. “O processo de revisão bienal busca alterar, mesclar, remover e acrescentar indicadores ao plano estabelecido em 2019, visando atualizações e viabilidade”, afirma o assessor de planejamento da Sedetec, Maurício Nascimento Filho.

Ações integradas

As definições discutidas durante a reunião estão integradas aos trabalhos da Rede Estadual de Planejamento, Orçamento e Gestão Estratégica, criada a partir do Decreto 40.519 de 27 de fevereiro de 2020. A Rede agrega, além das Assessorias de Planejamento e unidades correlatas do Poder Executivo Estadual, a Superintendência Especial de Planejamento, Monitoramento e Captação de Recursos (SUPERPLAN), que integra a Secretaria de Estado Geral de Governo (SEGG); e a Superintendência de Orçamento (SUPERORC), órgão delegado da Secretaria de Estado da Fazenda (SEFAZ).

Entre os processos de avaliação das metas do Planejamento Estratégico encontra-se o Índice de Gestão por Resultados (i-GpR), que estima numericamente se as propostas do plano foram atingidas de acordo com critérios de complexidade, utilização de recursos financeiros e capacidade de transformação social.

Leia Também

Arrecadação de ICMS em Sergipe aumenta 6,1% em abril

A arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em Sergipe somou R$ …