quinta-feira, 19/05/2022
A assembleia foi bastante concorrida

PM e Bombeiros fazem manifestação, amanhã, no Palácio dos Despachos; Operação Padrão começa na sexta

Compartilhe:

Os militares e bombeiros militares fazem amanhã, 13, a partir das 14 horas, uma caminhada até o Palácio dos Despachos, sede do governo de Sergipe, e na sexta-feira, 14, iniciam a Operação Padrão. Estas pautas foram decididas na terça-feira, durante assembleia geral dos oficiais militares de Sergipe, liderados pela Assomise.

Na sexta-feira começa a Operação Padrão

A categoria diz que o governador Belivaldo Chagas “falta com respeito em relação as forças de segurança e salvamento, além de realizar reivindicações dos militares na luta do direito à periculosidade”.

Para o presidente da Assomise, coronel Adriano Reis, a Assembleia acontece para a tomada de importantes decisões. “Apresentamos hoje algumas medidas e estaremos deflagrando a partir de agora a Operação Padrão, não iremos mais dar jeitinho para atender às necessidades do Estado,” destacou.

O deputado estadual, capitão Samuel, que apoia a causa, disse ser necessário para a classe: “A participação dos BM/PM de Sergipe foi excelente, espero que as decisão aqui sejam seguidas para realmente o movimento Polícia Unida continue focado nas ações. Vamos continuar unidos, mas pra isso precisamos da participação de todos.” pontou.

Confira abaixo os pontos aprovados pela Operação Padrão:_

1 – Não fazer publicidade da atividade policial.

2 – Não conceder entrevistas ou passar informações à imprensa ou à Ascom.

3 – Conduzir viaturas apenas que atendam os requisitos do CTB e que tenham condições ideais de tráfego.

4 – Obedecer rigorosamente às regras de trânsito, na condução das viaturas, especialmente, não excedendo o limite de velocidade.

5 – Conduzir presos apenas em viaturas com xadrez.

6 – Não realizar patrulhamento, diligência ou atendimento de ocorrência com menos de três policiais na viatura.

7 – Não utilizar equipamentos particulares para suprir ausência de recursos para o desempenho das atividades, a exemplo de celulares pessoais para realização de pesquisas e fotografias.

8 – Não procurar suprir por meios alternativos a falta de combustível do Estado ou qualquer outra carência.

9 – Oficiar o chefe da instituição solicitando as manutenções necessárias na unidade, bem como instalação de cofre.

10 – Denunciar irregularidades dos prédios da segurança pública ao Corpo de Bombeiros Militar e demais órgãos de fiscalização.

11 – Combater sistematicamente as contravenções penais de jogos de azar.

12 – Realizar abordagens somente em casos de fundada suspeita, como manda a legislação processual penal.

13 – Fiscalizar, de acordo com as regras de trânsito, os veículos do Estado, dos municípios, de transporte público e de coleta de lixo.

14 – Intensificar escrachos com participação da categoria.

 

Compartilhe:

Leia Também

Equipe da Embrapa avalia rotas de turismo gastronômico em Sergipe

Uma equipe da Embrapa Alimentos e Territórios visita Itabaiana, Campo do Brito e São Cristóvão, …

Um comentário

  1. Pingback: 3unskilled

Deixe um comentário