quarta-feira, 21/08/2019
Início » Editorias » Cidades » Mobilização já!
Rádio FecomercioPowered by Rock Convert

Mobilização já!

Compartilhe:

Educação. Essa é a vacina para que as crianças não nasçam com microcefalia e para que os adultos não fiquem com as pernas paralisadas. Por mais que as Forças Armadas tenham ido para a rua – num tempo tardio, é bom que se diga a verdade – e que os governos estaduais e municipais estejam mobilizados, nada vai ser maior do que a educação de cada um para combater o mosquito Aedes Aegipty. Esse pequeno inseto não escolhe a vítima. Qualquer um pode receber a próxima picada.

Os casos de dengue no país e, claro em Sergipe, sempre existiram. Mas, em meados do ano passado, a dengue e demais doenças provocadas pela picada do mosquito – chikungunya e zika – começaram a chamar a atenção das autoridades médicas. Isso porque se começou a associar os casos de zika à microcefalia. Então, desde 22 de outubro do ano passado, o Ministério da Saúde determinou o monitoramento da doença. Desta época até o dia 19 de fevereiro, em Sergipe, a Secretaria de Estado da Saúde notificou 188 casos em 48 municípios sergipanos, sendo que 178 se encontram sob investigação e 10 foram descartados. Infelizmente, oito crianças morreram

Daí, pergunta-se: quantas mais precisarão morrer para que as pessoas tomem consciência de que o problema é sério? Quantas morrerão, até que cada um feche a caixa d’água que tem casa, jogue no local apropriados as garrafas pets, e, sobretudo, não jogue o lixo na rua? É inadmissível alguém pensar que determinado infortúnio não vai acontecer com ele ou com uma pessoa próxima. Se não tomar cuidado, se não for precavido, o risco é muito grande.

Os problemas causados pelo mosquito Aedes Aegipty são comentados em todo Brasil, em todo mundo. O assunto viralizou, como se diz na linguagem das redes sociais. No entanto, mas que isso, tem que sair da conversa e partir para ação. O bom senso manda que não se deve ficar esperando por governos, porque os gestores, em sua maioria, só olham para o próprio umbigo. E quando fazem sua obrigação, alardeiam aos quatro ventos como se fosse algo fora do comum.

É imprescindível que toda a população sergipana esteja unida neste momento, cada um dando a sua contribuição. Parece inverossímil acreditar que os mosquitos estão nocauteando as pessoas, matando as crianças, destruindo o futuro. É surreal mas é verdade. Eles estão agindo com um poder de força descomunal.

E você, vai ficar aí parado?

JOB Connect - Coworking e Escritório VirtualPowered by Rock Convert
Compartilhe:

Leia Também

BNB premia jornalistas vencedores de concurso em Sergipe

A superintendência do Banco do Nordeste entregou hoje, 21, o Prêmio BNB de Jornalismo aos …

Comentários

WhatsApp chat