domingo, 23/02/2020
Empresários discutiram o ICMS dos combustíveis

Lideranças empresariais querem a redução da alíquota de ICMS dos combustíveis

Compartilhe:
Powered by Rock Convert

As lideranças empresariais sergipanas se uniram em torno da campanha  “Menos é mais” que visa sensibilizar o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, a reduzir a alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) dos combustíveis, que é de 29%. Hoje,  o sistema Fecomércio reuniu os empresários para discutir o assunto e se engajou na campanha deflagrada pelo Movimento É de Sergipe. O Fórum Empresarial também discutiu o assunto hoje e aderiu a essa mobilização.

A campanha tem que envolver toda a sociedade

“Foi um encontro muito importante. Todos juntos somando nessa campanha”, disse o presidente do É de Sergipe, Lincolin Amazonas. Já o superintendente do sistema Fecomércio, Maurício Gonçalves, que capitaneou a reunião, considerou o encontro satisfatório. “Nós trouxemos o É de Sergipe, a Câmara de Jovens Empresários, Sindicato dos Postos dos Combustíveis (Sindpese). A nossa bandeira é estudar este imposto, entendê-lo e lutarmos para a redução da alíquota”, disse Maurício Gonçalves.

Ficou marcado para a próxima quinta-feira, 13, às 16 horas, na sede do Sindpese, uma nova discussão sobre o assunto.  A alíquota de 27% do ICMS dos combustíveis e a população ainda paga mais 2% que vai para Fundo de Combate à Pobreza.  Hoje os postos são livres para praticarem o preço que desejarem.)

Campanha

Veja o impacto no bolso

Ao longo de 2019, o governo de Sergipe despertou para a necessidade da diminuição de impostos para aquecer a nossa combalida economia e reduziu  as alíquotas de ICMS em alguns produtos. Fez isto com o milho e o gás natural, por exemplo. Mesmo assim, no ano passado, o estado de Sergipe teve um crescimento de 9,25%, em suas receitas com relação a 2018, segundo dados do Dieese.

Leia também: Bolsonaro diz que zera impostos se governadores acabarem com ICMS

Na campanha que está sendo desenvolvida pelo É de Sergipe, a entidade alerta que “chegou a hora de menos ICMS sobre combustíveis veiculares.  Um imposto que não é pago apenas por quem tem veículo, mas por toda a economia que gira em torno deles: passagens, fretes, alimentos… todos esses itens são afetados pelo valor do combustível, e quanto maior o custo, mais as pessoas reprimem o seu consumo, reprimem negócios e, consequentemente geram menos impostos aos cofres estaduais. Por isso a nossa campanha Menos é Mais!”

 

Compartilhe:
Powered by Rock Convert

Leia Também

“O Governo é o único que ganha sem fazer esforço”, afirma dirigente do Sindpese

Powered by Rock Convert O secretário executivo do Sindicato do Comércio Varejista dos Derivados de …