sexta-feira, 10/09/2021
Mesa com produtos juninos. Este ano o São João é em casa

Hoje à noite todos os caminhos o levam para o Forró Caju em Casa

Juliana Melo (*)

Hoje, véspera do São João, o “Sergipe, o País do Fórro” imortalizado pelo cantor Rogério fará sua festa em casa, ficando na lembrança a muvuca que existia na Praça dos Mercados, na zona norte da capital, ou na Praça de Eventos da Orla da Atalaia. A festa começa daqui a pouco, às 21 horas, através da live Forró Caju em Casa, uma alternativa da Prefeitura de Aracaju, para deixar a chama acesa da fogueira que arde em cada forrozeiro, em cada casal , em cada amante do forró.  No fim deste texto veja  a programação da festa de hoje e se deixe levar pela cadência do xote e do baião.

Ayale pronta para a live Forró Caju em Casa

É nesse clima que as jornalistas e sócias do canal no Instagram Meninices e Dondoquices, Cláudia Mendes e Ayale Andrade vão aproveitar a festa junina, cada uma em sua casa com as respectivas famílias, curtindo as músicas da live Forró Caju em Casa. “ Eu estou muito ansiosa e curiosa pela live de hoje à noite, eu quero ver a estrutura assim como as apresentações. O Forró Caju em Casa é uma maneira de manter o São João vivo por meio da valorização de artistas locais, eu acho essa iniciativa muito importante”, disse Cláudia.

A amiga de Cláudia, fotógrafa e também jornalista, Ayale Andrade se reinventa como pode. A produção para o São João é caprichada mesmo sem a possibilidade de sair de casa. As lives dedicadas ao forrozinho são uma alternativa garantida na casa da jovem.

“Eu acho que é muito importante nós mantermos essa cultura nordestina que é tão forte e bonita. A gente ama o São João, ama a família reunida e mesmo impossibilitados de reunir a família por completo, a gente tenta ao máximo ter uma boa união com os que estão dentro de casa. Eu e meu marido nos arrumamos, colocamos lives e dançamos no meio da sala. Eu acredito que o bom é justamente isso, não perder a essência da coisa. É  comer as comidas típicas e festejar. O fato de estar em casa não pode apagar a alegria dessa tão rica cultura nordestina”, afirmou Ayale.

Festa antecipada

Cláudia e Bia vestidas a caráter

As festas juninas na casa de Cláudia Mendes começaram no último sábado, 20. “Todos os anos eu comemoro o São João com a minha família, faço a arrumação da casa, da mesa e me visto a caráter junto com a Bia, minha filha, na casa da mãe da minha amiga Ayale. Esse ano, infelizmente, tivemos que fazer separadas para respeitar o distanciamento social. Eu reaproveitei todas as coisas do outro ano, fiz o pedido das comidas em uma delicatesse e festejei com meu marido e minha filha porque o mais importante não é onde fazemos a festa, mas sim não deixar de fazê-la”, comentou.

Quem curtiu  o sábado foi Bia, de apenas seis anos. “Eu adorei a festinha que a mamãe fez, foi muito legal, tinha um monte de coisa e a comida estava muito gostosa. Olha eu comi milho, pipoca e estava muito bom, viu. Também teve a live de São João do meu colégio, foi tão legal ver meus titios do colégio cantando. Eu vi eles na televisão e eu gostei muito. Do São João eu gosto de um monte de coisa, da música, do meu vestidinho e também de vestir meus bichinhos de pelúcia para eles ficarem no clima. Eu amei o são João em casa’’,  relata Bia.

Cláudia e Ayale são amigas devido, entre outras coisas, ao jornalismo. As duas se conheceram no ambiente de trabalho e decidiram montar um Instagram informativo e de entretenimento denominado de Meninices e Dondoquices. Cláudia se dedica a coisas infantis, por conta da filha, e Ayale adora moda.  O Instagram das jornalistas tem mais de 9.300 seguidores.

Veja a programação do Forró Caju em Casa. Além das redes sociais você pode assistir pela  TV Câmara (Municipal de Aracaju), no canal 48.4.  Divirta-se:

23 de Junho
21h – Os Pés de Cana
21h30 – Edson Costa e Banda Galope de Viola
22h – Zé Tramela
22h30 – Valtinho do Acordeon
23h – Dudu Moral
23h3 – Baião de 3
Oh – Dedé Brasil e Jeanny Lins

24 de Junho
21h – Trio Pega na Rua
21h30 – Nanã Trio
22h – Balança Eu
22h30 – Marcos Giva
23h – Forrozin dos Faranis
23h30 – Lourinho do Acordeon
Oh – Banda Xamego de Menina

25 de Junho
21h – Zé Américo do Campo do Brito
21h30 – Glaubert Santos
22h – Luiz Fontineli
22h30 – Virgínia Fontes
23h – Heitor Mendonça
23h30 – Klebinho Leone

26 de Junho
21h – Dialeto Nordestino
21h30 – Os Três Muleques
22h – Naurêa
22h30 – Sena
23h – Luiza Lú
23h30 – Skama de Peixe

27 de Junho
21h – Robertinho dos 8 Baixos
21h30 – João da Passarada
22h – Maruska
22h30 – Lucas Campelo
23h -Sérgio Lucas
23h30 – Valtércio Paixão

28 de Junho

21h – Trio Itapoã
21h30 – Antônio Carlos du Aracaju
22h – Joseany dy Josa
22h30 – Trio Maturi
23h – Forró Trem Baum
23h30 – Maraísa – a dama do forró

29 de Junho
21h – Nino Karvan e Alberto Silveira
21h30 – Trio Piauí
22h – Correia dos 8 Baixos
22h30 – Chiquinho do Além Mar
23h – Jailson do Acordeon
23h30 – Coletivo Ensaio Secreto
0h – Valter Nogueira

(*) Estagiária sob a supervisão do jornalista Antônio Carlos  Garcia

Leia Também

Relatório aponta impacto das mudanças climáticas em todo o mundo 

Com o objetivo de fornecer uma avaliação mais recente do conhecimento científico sobre o aquecimento …