quinta-feira, 13/06/2024
Visita a estaleiro Seatrium, em Singapura

Governo do Estado investe em políticas de desenvolvimento e constroi cenário de oportunidades para Sergipe

Compartilhe:
Valnor Barbosa: geração de emprego e renda

A construção de um cenário de oportunidades para Sergipe tem sido uma das prioridades do Governo de Sergipe nesses primeiros dez meses de gestão. Por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec) e da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe (Codise), a administração estadual tem articulado oportunidades para atrair novos investimentos para o estado, diante do potencial energético que dispõe, da oferta de incentivos estaduais, além da captação de recursos para reformas de núcleos e distritos industriais, entre outras políticas de investimento em desenvolvimento.

“Nossa principal missão é gerar emprego e renda para a população sergipana. Portanto, fazemos questão de mostrar aos empresários que o estado é um grande parceiro nessa caminhada”, lembra o secretário da Sedetec, Valmor Barbosa. Para atrair empresas, o estado oferta incentivos fiscal, locacional e de infraestrutura por meio do Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI), conduzido pela Codise.

Atração de empresas

De janeiro a outubro de 2023, o Conselho de Desenvolvimento Industrial (CDI), vinculado à Sedetec, aprovou 23 empresas para receber benefícios do PSDI, com perspectiva de geração de 1.058 empregos e um montante de R$ 355.622.210,00 de investimentos. Um dos marcos dos primeiros meses de administração foi a inauguração da Indústria Master Pack, beneficiada pelo PSDI. Especializado na produção de embalagens, o empreendimento foi instalado no município de Ribeirópolis, no agreste central sergipano, com a perspectiva de confeccionar cerca de 11 milhões de embalagens neste primeiro ano de funcionamento.

Além da empresa de embalagens, o governo também firmou compromisso, por intermédio de protocolo de intenções, com a Cervejaria Dalla e a calçadista Di Valentini. A cervejaria prospecta implantar uma unidade no município de Itaporanga d’Ajuda e prevê a geração de 400 empregos. Já a calçadista catarinense demonstrou interesse em abrir uma unidade fabril em Carira. “O processo para instalação da empresa Di Valentini está avançado. Já assinamos a ordem de serviço com a empresa que fará a reforma do galpão onde deverá ser instalada a unidade fabril”, informa o presidente da Codise, Ronaldo Guimarães.

Protocolol
Protocolo de intenções com a Maquigeral

Entre as atuações voltadas para atrair novas indústrias, pode-se destacar também a assinatura de protocolo de intenções firmado com a Maquigeral, empresa que pretende instalar uma fábrica de tratores em Sergipe. A perspectiva é gerar 300 empregos diretos e três mil indiretos, para a produção de mini tratores de potência de 40 hp a 150 hp, com um investimento de R$116 milhões, incluindo a abertura de franquias, de redes autorizadas e construção de fábricas.

Para melhorar ainda mais o ambiente de negócios e atração de indústrias para Sergipe, a Sedetec, a Codise e a Secretaria da Fazenda (Sefaz/SE) têm trabalhado para atualizar a Lei nº 3.140, de 23 de dezembro de 1991, que institui o PSDI. Junto a isso também está sendo realizado um estudo sobre adequações nos benefícios locacionais ofertados pelo programa.

Núcleos e distritos industriais

Dentro da política de desenvolvimento de Sergipe, o Governo do Estado tem buscado estruturar núcleos e distritos industriais no interior do estado. O objetivo é a captação de recursos para promover reformas dos espaços já existentes e também para criação de novas áreas industriais. A revitalização desses espaços já vem ocorrendo. Exemplo disso é o recapeamento realizado no Distrito Industrial de Nossa Senhora do Socorro.

Além disso, no final de setembro, por exemplo, gestores da Sedetec e da Codise, juntamente com o senador Laércio Oliveira, estiveram reunidos com o relator-geral do Orçamento em 2024, Luiz Carlos Motta, com o objetivo de captar recursos federais para a construção desses galpões. “Estamos captando recursos nos governos estadual e federal que possibilitem a reforma dos espaços que já temos e a criação de novos núcleos ou distritos. É uma demanda constante dos prefeitos do interior sergipano e de empresas, e a estruturação desses espaços nos municípios é um objetivo do governador, que entende a importância da interiorização das indústrias”, completa o secretário Valmor Barbosa.

A Sedetec e a Codise também estão empenhadas na estruturação do Complexo Industrial Portuário. No momento, representantes de empresas, consultorias e gestores do Governo estão participando de estudos para a materialização e definição das poligonais referentes aos dez municípios que compõem o complexo. Esses estudos visam definir as áreas do entorno que poderão receber investimentos, infraestrutura e serem mais adequadas à implantação de núcleos e distritos industriais.

Eventos nacionais e internacionais

Sergipe Day

A equipe do Governo de Sergipe também tem se preocupado em consolidar o estado na posição de protagonista do setor energético. Para isso, busca realizar eventos que demonstram esse potencial, a exemplo do Sergipe Day, realizado em São Paulo; do Workshop ‘Diálogos de Energia’, e do Sergipe Oil & Gas, realizados em Aracaju; bem como na intensificação da presença do estado em eventos nacionais e internacionais que reúnem os maiores players do segmento.

Neste âmbito, vale destacar a participação de equipe do Governo na maior feira de petróleo e gás do mundo, a Offshore Technology Conference 2023 (OTC), em Houston, nos Estados Unidos, no mês de maio, com o objetivo de fortalecer parcerias e reforçar que Sergipe é a nova fronteira do gás do Brasil. Outra participação importante aconteceu na 51ª edição da GasTech, em Singapura, em setembro, onde uma comitiva sergipana dialogou com empresários, agentes reguladores e manteve contatos importantes para a política energética em Sergipe. Já em outubro, a Sedetec, ao lado do governador Fábio Mitidieri, apresentou as potencialidades de Sergipe na OTC Brasil, no Rio de Janeiro.

“Este ano conseguimos colocar em prática algo que pensamos assim que assumimos a pasta do Desenvolvimento Econômico, que era a participação e a realização de eventos para apresentarmos nossas potencialidades. No próximo ano, em 2024, daremos continuidade a este trabalho, com a realização de novos encontros, a exemplo da segunda edição do ‘Sergipe Day’, desta vez no estado do Rio de Janeiro”, revela Valmor Barbosa.

Compartilhe:

Sobre Só Sergipe

Portal Só Sergipe
Site de Notícias Levadas a Sério.

Leia Também

energia solar

BNB tem R$ 9 milhões para financiar energia solar em residências de Sergipe

  Para atender uma demanda crescente em sua área de atuação, que abrange região Nordeste …

WhatsApp chat