terça-feira, 14/09/2021
A Galeria de Arte Cícero Alves dos Santos Véio ocupa uma  área de  mais de 600 metros quadrados Fotos: Rose Garcia

Sesc inaugura Galeria de Arte Cícero Alves dos Santos – Véio

Foi inaugurada na noite de segunda-feira, 13, a Galeria de Arte Cícero Ales dos Santos – Véio, erguida pelo Serviço Social do Comércio (Sesc), entidade que compõe o Sistema Fecomércio, fruto de um investimento de mais de R$ 2 milhões. A primeira exposição da galeria é das obras de Véio que, como ele próprio costuma dizer, “dou vida à madeira morta”, que fica em cartaz até o dia 15 de janeiro de 2022.

Véio: “Dou vida à madeira morta”

Durante o discurso, Véio pediu desculpas por não dominar a Língua Portuguesa e disse que está “muito satisfeito” com a inauguração da nova galeria de arte. “Meu trabalho é em favor das nossas tradições, costumes e história, para não deixar que morram. Que essa casa, que leva meu nome, seja a oportunidade para mostrar o trabalho de todos que lutam pela arte de Sergipe”, destacou.

“Inaugurar a nova Galeria de Arte Cícero Alves dos Santos representa um momento mais que especial, sobretudo pela comemoração dos 75 anos de uma instituição que representa a busca pelo ideal de uma sociedade onde estejam presentes a igualdade, a justiça e o desenvolvimento”, ressaltou a diretora regional do Sesc, Aparecida de Farias.

O presidente em exercício do Sistema Fecomércio, Hugo França, representou o titular da instituição, Laércio Oliveira, que viajou aos Estados Unidos para tratar de assuntos particulares. França disse que se emocionou quando foi à casa de Véio, em Nossa Senhora da Glória, conhecê-lo mais de perto e também seu acervo.

“Uma frase dele me marcou: “Dou a vida a madeiras mortas”, disse a Hugo ao fazer uma analogia a uma passagem bíblica, contada no livro de João, quando Jesus ressuscita Lázaro de Betânia, após quatro dias de morto.

Aliás, as frases de Véio estão expostas junto com sua obra na galeria. Dentre elas,  uma de sabedoria desconcertante: “O pica-pau é um operário do sertão. Ele trabalha com o bico e eu com a ferramenta. Ele é melhor do que eu”.

Lembrando Titãs

Edvaldo Nogueira: momento importante

Foi nessa toada de frases, que o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, também se referiu à inauguração da galeria. Ele foi buscar inspiração num verso da música “Comida”, do Titãs. “A gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e arte”, disse Nogueira ao destacar que o corpo físico precisa de comida para manter-se vivo, saudável, e que a mente precisa de diversão e arte.

“Este é um momento muito importante e de grande representatividade. É um espaço que vai reunir a cultura sergipana, aracajuana e brasileira, ao mesmo tempo em que vai reunir o talento dos artistas. Sem dúvida, será um local para que a gente possa curtir, alimentar a alma, trazendo, de fato, progresso e qualidade de vida, no que diz respeito ao incentivo à cultura. É uma grandiosa contribuição do Sesc para o desenvolvimento da cultura do estado, em seus 75 anos”, afirmou Edvaldo.

Ao se referir a Véio, Edvaldo disse que o conheceu há muitos anos na época em que cursava Medicina na universidade. “Acompanhei não apenas o início da sua carreira, mas todo o seu crescimento enquanto artista. Esse sertanejo extraordinário, de Nossa Senhora da Glória, que faz esculturas hoje reconhecidas no Brasil e no mundo, já expôs em grandes galerias. Sem dúvida, é uma justa homenagem”, enfatizou.

Galeria de Arte, estrutura moderna e confortável

A Galeria

A Galeria de Arte Cícero Alves dos Santos – Véio ocupa uma  área de  mais de 600 metros quadrados e tem uma estrutura moderna e confortável para abrigar as mais diversas manifestações artísticas.

Com ambiente climatizado, o local possui salas para a realização de cursos, palestras, seminários, oficinas e debates, além de áreas administrativas.  A primeira galeria de arte do Sesc foi instituída em 1993 e funcionava, até então, na unidade centro da instituição.

Leia Também

Justiça fará audiência, dia 16, para discutir a situação da avenida Nestor Sampaio

Na próxima quinta-feira, 16, a partir das 9 horas da manhã,  acontecerá uma audiência de …