segunda-feira, 08/07/2024
Palácio Olímpio Campos Foto: Igor Matias

Sergipanos celebram 204 anos de Emancipação Política com investimentos do Estado que projetam Sergipe para o futuro

Compartilhe:

 

Há 204 anos, em 8 de julho de 1820, o povo sergipano celebrava a emancipação política do estado, e hoje, em 8 de julho de 2024, enquanto se relembra a história de Sergipe, também se faz necessário olhar para o futuro. Desde o início da gestão atual, o Governo do Estado tem se empenhado em fortalecer investimentos em inovação, infraestrutura e desenvolvimento econômico, o que beneficia toda a população e constroi um Sergipe melhor para as atuais e próximas gerações.

Gabriel Cavalcante é egresso da rede estadual de ensino e foi aprovado em Medicina na UFS / Foto: Ascom Seduc

Um dos sergipanos que já vivenciam os resultados do trabalho desenvolvido pela gestão estadual é o estudante Gabriel Cavalcante, morador do bairro Santa Maria, em Aracaju. Egresso da rede estadual de ensino, do Centro de Excelência Vitória de Santa Maria, ele foi aprovado em Medicina na Universidade Federal de Sergipe (UFS) no último Sistema de Seleção Unificada (Sisu), conquista que, segundo o jovem, só foi possível graças à educação pública.

“Eu não teria condições de custear uma escola privada ou até mesmo o cursinho, e por meio de um ensino de qualidade ofertado na rede pública eu tive condições de ser aprovado em Medicina pela UFS. Por meio do ensino público, crianças e jovens de bairros carentes, assim como eu, que possuem pouca expectativa de mudança para uma realidade melhor, têm a chance de garantir uma vaga na universidade e um emprego melhor no futuro, gerando mão de obra especializada e profissionais acadêmicos para o estado e, consequentemente, melhorando a realidade de Sergipe”, pondera Gabriel Cavalcante.

Assim como ele, o auxiliar administrativo Vinicius Rodrigues, morador de Carmópolis, no leste sergipano, sente na pele as melhorias levadas pelo Governo do Estado para a população e prospecta os inúmeros benefícios que devem chegar em um futuro breve e a longo prazo. Na última quinta-feira, 4, ele e outros residentes do maior conjunto habitacional do município comemoraram a pavimentação asfáltica de praças, ruas e travessas da localidade anunciada pelo governo.

Vinicius Rodrigues, morador de Carmópolis, comemorou anúncio de obras pelo governo / Foto: Erick O’Hara

“Qualquer via pública urbanizada é uma porta aberta para novos investimentos, e com este conjunto todo pavimentado, eu imagino, futuramente, a ampliação do comércio, novos imóveis sendo construídos e o orgulho de cada morador por ter o seu lugar mais bonito e organizado. Vejo um futuro melhor para todos os residentes. Acredito que essa obra vai beneficiar a população, vai deixar o conjunto mais bonito; os moradores terão mais espaço para transitar. A mobilidade também será melhorada, porque os carros terão mais condições de deslocamento. Teremos um ambiente mais bonito e propício, melhorando a imagem e qualidade de vida de todos que moram aqui”, prospecta o sergipano.

Quem também celebra agora a construção de um estado melhor para o futuro é Airton Melo, um dos 54 contadores do Estado recém-nomeados pelo governador Fábio Mitidieri, aprovado em um dos 18 concursos públicos gerenciados pela gestão estadual atualmente. A realização desses certames tem sido uma prática adotada pelo governo sob a perspectiva de fortalecer a qualidade dos serviços públicos e renovar o quadro pessoal do Estado.

“O governador tem se mostrado bastante preocupado com a realização de concursos públicos, o que é muito importante tanto para renovação da máquina pública como para criar novas oportunidades. Isso contribui trazendo juventude, agilidade e inovação para gestão pública, além de ser importante para a solidificação do quadro de pessoal e pleno desenvolvimento da gestão pública e unir a experiência dos profissionais antigos com a inovação dos jovens servidores”, considera Airton Melo.

Planejamento

Tudo isso só é possível graças ao trabalho de planejamento estratégico desenvolvido de maneira integrada entre as diversas pastas da rede estadual. De acordo com o secretário Especial de Planejamento, Orçamento e Inovação, Julio Filgueira, esse processo é pensado a curto, médio e, principalmente, a longo prazo. “Não há como pensar o estado sem que se tenha uma visão direcional a longo prazo, sem que tenhamos condições de alinhar quais são as ações para o futuro, o que o estado pretende como força motriz das suas cadeias produtivas, da sua economia, do seu processo de desenvolvimento e inclusão social. É fundamental que a gente tenha esse alinhamento de qual é a missão, qual é a visão de futuro, quais são os objetivos estratégicos que devem ser perseguidos”, evidencia.

Nesse contexto, o gestor indica que há uma série de ações em desenvolvimento para garantir que o planejamento realizado no presente se concretize no futuro, “Temos desenvolvido uma série de ações que tratam do planejamento e do monitoramento estratégico, alinhando o portfólio de projetos e o quadro de metas de todas as realizações que a gestão espera ter. E no âmbito do planejamento de longo prazo, em parceria com a Agência de Desenvolvimento, toda uma reestruturação do programa Sergipe 2050. Com isso, nós esperamos ter uma grande força mobilizadora de todos os setores da sociedade em torno de um futuro que queremos construir para o nosso estado e para as próximas gerações”, finaliza Filgueira.

Geração de emprego

Também é prioridade da gestão estadual o fomento à geração de emprego e renda, sob a perspectiva de proporcionar, ao sergipano, a independência financeira por meio do emprego. Isso tem sido feito, por exemplo, por meio da atração de novas indústrias para o estado, com a criação de um ambiente de negócios favorável à instalação de empresas.

“Sergipe é, hoje, um estado de oportunidades. Estamos batendo recorde na geração de emprego e renda, atingimos o nosso estoque histórico de empregos. De janeiro 2023 até agora, já foram gerados quase 15 mil novos postos de trabalho, e nós nos destacamos nacionalmente como o estado que mais cresceu na geração de emprego da economia criativa. Isso se dá por meio de políticas públicas consistentes realizadas pelo Governo de Sergipe, sempre com o objetivo de gerar mais oportunidade para o sergipano”, argumenta o secretário de Estado do Trabalho, Emprego e Empreendedorismo, Jorge Teles.

Infraestrutura

Outro ponto fundamental para a construção de um estado mais próspero para o futuro é o desenvolvimento da infraestrutura, segmento no qual o Governo de Sergipe tem investido mais intensamente desde o início desta gestão. Somente em 2023 foram investidos R$ 50.402.374,59 em obras autorizadas em todo o estado, além de mais R$ 129.762.784,90 investidos em obras concluídas naquele ano. Até o segundo trimestre de 2024, as obras autorizadas pela gestão estadual correspondem a um investimento de R$ 14.509.084,35. Já as obras concluídas este ano refletem o investimento de R$ 69.374.954,63 do Governo do Estado.

“As obras de infraestrutura realizadas pelo Governo de Sergipe em um ano e meio de gestão têm sido fundamentais para preparar o estado para um futuro mais desenvolvido. Os benefícios a longo prazo dessas obras de infraestrutura para os sergipanos são vastos e diversificados. Com uma infraestrutura robusta, o estado pode atrair novas indústrias e empresas, gerando empregos e aumentando a renda da população. A longo prazo, a qualidade de vida dos sergipanos tende a melhorar significativamente. A redução do tempo de deslocamento e os menores custos de transporte facilitam o acesso a oportunidades de trabalho, lazer e serviços essenciais, como educação e saúde. Isso pode resultar em uma distribuição mais equitativa de recursos e oportunidades entre diferentes regiões do estado”, aponta o secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano e Infraestrutura, Igor de Albuquerque.

Dentre as obras mais relevantes executadas pelo Governo do Estado estão a pavimentação em paralelepípedo de diversas ruas no residencial Raimunda Andrade Farias, em Riachão do Dantas; a construção e equipagem da Casa da Mulher Brasileira, equipamento especializado para o atendimento humanizado às mulheres vítimas de violência, em Aracaju; a reforma, ampliação e restauração da Casa de Cultura Sílvio Romero, em Lagarto; a elaboração de estudo de viabilidade para a construção de uma segunda ponte sobre o Rio Sergipe, ligando a capital à Barra dos Coqueiros; e a construção de passarela cicloviária e revestimento das paredes do canal no trecho entre a avenida João Rodrigues e a avenida General Calazans.

8 de Julho

No dia 8 de julho de 1820, Sergipe dava os primeiros passos no caminho pela tão esperada emancipação política para se tornar independente da Bahia, com a chegada da carta régia assinada pelo rei Dom João VI. Contudo, historiadores apontam que a emancipação sergipana não foi aceita pelo governo português àquela época, de forma que só veio, de fato, no ano de 1824, após a independência do Brasil, em 1822.

 

Compartilhe:

Sobre Só Sergipe

Portal Só Sergipe
Site de Notícias Levadas a Sério.

Leia Também

Polícia Federal faz a Operação Desilusão para combater trabalho escravo em Aracaju

Na manhã desta sexta-feira (5/7), a Polícia Federal, com apoio do Ministério Público do Trabalho …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat