quarta-feira, 12/06/2024
Jovens cientistas Fotos: Igor Matias

I Feitec reúne estudantes e comunidade científica para exposição de projetos apoiados pelo Governo de Sergipe

Compartilhe:

Quem passou pelo Complexo do Desenvolvimento Econômico do Estado de Sergipe nesta quarta-feira, 8, pôde conhecer os projetos de ciência e inovação desenvolvidos no estado de Sergipe na primeira edição da Feira de Inovação, Tecnologia, Empreendedorismo e Ciência (Feitec) promovida pela Fundação de Apoio à Ciência e à Tecnologia do Estado de Sergipe (Fapitec/SE), vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec). Com o objetivo de apresentar as atividades difundidas pela instituição, a Feitec recebeu estudantes, professores, pesquisadores, parceiros institucionais, comunidade científica e público em geral.

A abertura aconteceu no auditório anexo à Codise. Para o presidente da Fapitec/SE, Alex Garcez, a Feitec foi uma oportunidade de apresentar o trabalho que a Fundação tem realizado em prol da ciência e inovação no estado. “Para mim, é muito gratificante conduzir a primeira edição da Feitec e dialogar diretamente com a comunidade de pesquisa e ciência”, afirmou.

De acordo com o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia, Valmor Barbosa, a realização do evento é relevante para o cenário de inovação no estado. “Ao longo do dia, todos puderam conhecer tanto os trabalhos que já foram e estão sendo feitos como também os trabalhos que estão por vir por meio da Fapitec. O objetivo é justamente difundir e disseminar o resultado das pesquisas apoiadas”, disse.

Exposições

O evento contou com 72 expositores contemplados em diversos editais de fomento à pesquisa e inovação viabilizados pela Fundação como o Tecnova II (01/2020), o Programa de Bolsas PBIC e PBITI (06/2022); Programa de Bolsas DTR (08/2022); Programa de Apoio a Núcleos de Estudos Avançados em Políticas Educacionais no Estado de Sergipe (09/2021); Programa de Mestrado e Doutorado com Produto Tecnológico (04/2021); Programa de Bolsas de Pós-doutoramento Júnior em Instituições Estaduais (05/2021) e do Programa de Bolsas de Iniciação Científica Jr (02/2022).

“Gostaria de parabenizar a Fapitec pelo excelente evento, muito prestigiado pela comunidade científica e estudantes, dando visibilidade e conhecimento ao público dos excelentes trabalhos científicos realizados em prol da sociedade sergipana”, pontuou a diretora técnica do Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe (ITPS), Lúcia Calumby.

Comunidade acadêmica

Além de participação de autoridades governamentais e público geral que prestigiaram o evento, a Feitec promoveu um encontro entre representantes de instituições parceiras da Fapitec e que estão inseridos na comunidade acadêmica.

“Todas as feiras que dialogam sobre inovação em tecnologia são relevantes, porque elas abordam o que há de mais moderno em uma sociedade. Então, a Fapitec tem feito um trabalho muito importante de alavancar a ciência no Estado”, destacou o pró-reitor de Pós-Graduação e Pesquisa da UFS, Lucindo Quintans.

O pró-reitor de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão da Unit, Ronaldo Linhares, ressaltou a relevância dos incentivos concedidos pela Fundação. “A Fapitec mostra para a sociedade a produção, o resultado da produção e da aplicação financeira do que o estado propõe aqui para a pesquisa”, pontuou.

Programação

A feira também contou com shows e apresentações culturais, a exemplo da peça teatral ‘Vozes declamadas ceboleiros e cordelistas’, contemplada pelo edital 02/2022 e coordenada pelo professor Luiz Carlos. “A peça tem como foco transformar o conteúdo e a proposta pedagógica em algo mais lúdico. O cordel é o gênero literário adotado pelo grupo e a nossa origem é o município de Itabaiana”, explicou o professor.

A presença da mulher na ciência foi ressaltada pela secretária Especial de Políticas para as Mulheres, Danielle Garcia. “Fico feliz por ver muitas meninas aqui em tantos estandes. Tem um estande específico só com meninas trabalhando nessa área científica. É muito bom a gente ver que é este é um projeto que inclui todos”, destacou a secretária Danielle Garcia.

“A Fapitec tem uma importância muito grande para o estado, então essa interação com os pesquisadores, os professores e os bolsistas é muito positiva”, salientou o presidente da Codise, Ronaldo Guimarães.

Compartilhe:

Sobre Só Sergipe

Portal Só Sergipe
Site de Notícias Levadas a Sério.

Leia Também

Banese

Banese bate recorde e destina R$ 100 milhões para o custeio de milho em ano agrícola

  O ano agrícola 2023/2024 ainda não acabou, mas o Banese já alcançou o recorde …

WhatsApp chat