sexta-feira, 06/12/2019
Início » Editorias » Negócios » Fundada em 1972, Sosucos reabre as portas na praia da Atalaia
Powered by Rock Convert
A Sosucos Café fica na Atalaia Fotos: Rose Garcia

Fundada em 1972, Sosucos reabre as portas na praia da Atalaia

Compartilhe:
JOB Connect - Coworking e Escritório VirtualPowered by Rock Convert
Cleber Júnior e Cleber Neto reabriram a Sosucos

São mais de 40 sucos diferentes (por enquanto!),  sendo que o de laranja tem 15 versões, com a possibilidade  do cliente fazer suas combinações. É com o know-how de uma história iniciada em 1972, que foi reaberta em Aracaju, a Sosucos, lanchonete que marcou época na praça Camerino,  e que agora, totalmente repaginada se chama Sosucos Café e fica na  avenida Lions Club, 26, na orla da Atalaia.

A Sosucos é comandada  por Cleber de Carvalho Gomes Júnior e Cleber de Carvalho Gomes Neto, respectivamente  filho e neto do fundador da empresa, Cleber de Carvalho Gomes. A primeira e segunda gerações mantiveram a qualidade dos sucos produzidos pelo fundador, há 47 anos, na praça Camerino, então point da juventude, em Aracaju.  O preço de 500 ml de suco varia de R$ 6,00 a 8,00. Visite a Sosucos no Instagram: @sosucoscafe.  Cleber Júnior começou a trabalhar com o pai aos 14 anos –  hoje é ele quem faz sucos – e lembra da efervescência da praça Camerino,  com as festas do Diretório Central dos Estudantes da Universidade Federal de  Sergipe (DCE da UFS), no Clube Cotinguiba e Associação Atlética. “Depois das festas todos iam para a Sosucos”, disse Cleber Júnior, ao se lembrar, ainda da Tchê Sorvetes e da banca de revista do Neemias.

Hoje, recorda Cleber Júnior, nada lembra a efervescente praça Camerino, onde há poucos moradores. Ao optar pela Atalaia, Cleber atende a uma demanda, pois o bairro, que é um dos cartões postais de Aracaju,  é densamente povoado.  “Chegamos a ter uma Sosucos na Atalaia, há muito tempo, mas fechamos por falta de movimento”, recorda. Agora, a situação é bem diferente.

A Sosucos na praça Camerino marcou época
Foto: Google Maps

Reaberta há 15 dias, a Sosucos Café já conseguiu trazer de volta antigos clientes como o casal João Alberto e Daniele Gonçalves. “Era bom demais. Eu fazia esportes, como natação e futebol e quando saia dos treinos passava na Sosucos”, disse João, ao se referir à lanchonete da praça Camerino.  O casal, que reside na Atalaia, foi um dos primeiros clientes na repaginada lanchonete. “Vimos logo no primeiro ou segundo dia. Todos os amigos que frequentavam lá, estão vindo para cá”, disseram João e Daniele.

Cleber Neto ajuda o pai fazendo os lanches, a exemplo da tapioca.  Ele comentou que muitas pessoas, ao avistarem a lanchonete na Atalaia perguntam se é a mesma da praça Camerino. Ao saberem que sim, entram e, claro, tomam um suco. Algumas reconhecem o seu pai (Cleber Júnior),  lembram da qualidade dos sucos.

Como no passado,  todos os sucos são da fruta e o cliente tem a opção de querer com ou sem leite. Apenas os sucos de cacau e ameixa é que são polpas congeladas. “E nossa qualidade continua a mesma”, frisou. Neto  quer retomar o curso superior de Gastronomia e seguir com o negócio.

Expansão

Suco de mangaba, fruta tradicional de Sergipe

A Sosucos Café está funcionando de terça a domingo, das 7h30 às 10 da manhã, e das 16 às 22 horas. Cleber Júnior estuda a possibilidade da empresa abrir de domingo a domingo, e seu filho faz planos para o futuro, como abrir uma filial, por exemplo. Pai e filho seguem firmes nos planejamentos.

A Sosucos foi comandada pelo fundador Cleber de Carvalho Gomes, até 1995, quando faleceu. O filho, Cleber Júnior,  já o ajudava e continuou o negócio até início do 2002, quando passou para um tio, que repassou para outra pessoa que ficou por 10 anos. Agora, a Sosucos voltou  para a família  Carvalho Gomes, mantendo  o padrão de qualidade iniciado pelo patriarca.

 

 

 

 

Compartilhe:

Leia Também

Nascidos em setembro e outubro sem conta na Caixa podem sacar FGTS

Powered by Rock Convert A Caixa Econômica Federal inicia hoje (6) mais uma etapa de …

WhatsApp chat