quinta-feira, 05/12/2019
Início » Editorias » Cidades » Diretoria da Acese quer tombar prédio centenário
Powered by Rock Convert
A diretoria da Acese se reuniu hoje pela manhã com o deputado federal André Moura

Diretoria da Acese quer tombar prédio centenário

Compartilhe:
JOB Connect - Coworking e Escritório VirtualPowered by Rock Convert

Fazer uma ocupação inteligente do espaço onde funciona a Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese), tornando o ambiente vivo, transformando-o num polo que alavanque o crescimento do centro comercial. Esse é o projeto da diretoria da Acese que quer colocar no prédio centenário, cafeteria, galeria de arte, ponto Banese, Ceac (Centro de Atendimento ao Cidadão) e um museu para contar a história do comércio sergipano. A diretoria do Acese também pensa no tombamento do prédio pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

Esse projeto foi apresentado, hoje, 23, pela diretoria  da entidade ao deputado federal André Moura (PSC). A pretensão da Acese é  não só agregar valor à sede da entidade, mas mobilizar todo comércio do entorno. O vice-presidente da Acese, Robson Santos Pereira, lembra que a ideia de dar mais vida ao prédio, sem mudar suas características originais, começou na gestão anterior quando a Energisa melhorou a iluminação na rua José do Prado Franco, onde está situada a entidade, mas isso só não bastava. É preciso estender esse benefício para as ruas mais próximas e tornar o local mais movimentado.

Sede da Acese desde 1872

“Queremos que a Acese seja um ambiente vivo, visitado pelas pessoas e que se transforme num ponto turístico da nossa capital”, reforçou Robson Pereira. “Também estamos pensando num tombamento e para isso, todas as associações de classe produtiva, como Fecomércio, Senac, Seabre se somam para que esse objetivo aconteça. A visita do deputado federal André Moura foi para mostrarmos o nosso projeto e tentar, através do Iphan, conseguir recursos para concretizá-los”, explicou.

 

Na oportunidade, o presidente da Acese, Marco Aurélio Pinheiro parabenizou o parlamentar pela sua atuação como líder do Governo Michel Temer na defesa dos interesses do setor produtivo e de Sergipe e o convidou para integrar um debate sobre o desenvolvimento do estado em uma próxima edição do Almoço com Negócios.

“André Moura tem se destacado no estado de Sergipe, com uma brilhante atuação, pelas formas novas de se fazer política e pelos seus posicionamentos. Ele encampou as grandes votações que o Brasil e o estado precisam, ao lado do setor produtivo, não caminhando pelo viés do populismo, trazendo recursos para todos os estados independente das visões político-partidárias,  como por exemplo, a atuação dele firme no estado de Sergipe, ao lado da prefeitura de Aracaju.  O setor empresarial sempre teve em Laércio Oliveira e André Moura  dois grandes defensores do setor produtivo, da sociedade sergipana como um todo. Então, a Acese fez questão de pontuar e parabenizar o deputado por sua atuação”, afirmou.

O deputado André Moura considerou positivo o projeto  apresentado pela diretoria da Acese e se comprometeu em incluir na agenda do ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, que virá a Sergipe no dia 14 de maio, uma visita à sede da Acese. “Tivemos a oportunidade de conhecer mais de perto o trabalho que a entidade faz, que para quem está do lado de fora, pode parecer um trabalho somente em defesa da classe, mas que tem uma abrangência muito maior. É um trabalho até mesmo de fomentar jovens líderes empresariais. Este projeto é muito importante, pois disponibiliza o uso do espaço deste prédio, que é histórico para o povo sergipano.  Que o povo de Sergipe e do país possam conhecer este espaço e utilizar os serviços que a Acese disponibiliza”, destacou.

No próximo dia 26 de maio, a Acese vai completar 146 anos de existência e desde então funciona no mesmo prédio. Ela foi fundada pelo português Antônio Martins de Almeida e é considerada a quinta mais antiga instituição do Brasil e vem da época que Sergipe tinha uma população de pouco mais de 176 mil habitantes e a economia era agrícola e pecuária.

Compartilhe:

Leia Também

Fórum quer transformar Sergipe em polo de petróleo e gás no Nordeste

Powered by Rock Convert Será realizado, na próxima segunda-feira, 9, no Teatro Tobias Barreto, o …

WhatsApp chat