domingo, 28/01/2024
obras
Unidades habitacionais sendo construídas no Lamarão Foto: Marcelle Cristinne

Com construção de 484 novas casas, Prefeitura de Aracaju leva moradia digna para a população do Lamarão

Compartilhe:

O sonho de receber uma casa nova já começa a sair do papel e em breve será uma realidade para centenas de famílias aracajuanas que precisaram ser realocadas em virtude da construção da Avenida Perimetral Oeste, a maior empreitada de relevância social já realizada na capital sergipana, que ligará Aracaju ao município de Nossa Senhora do Socorro. No último dia 23 de novembro a Prefeitura de Aracaju deu início à construção de 484 casas do novo conjunto habitacional do bairro Lamarão, onde essas famílias irão morar futuramente.

Com a ordem de serviço assinada, os futuros moradores aguardam ansiosamente a construção do novo lar. No conjunto residencial, cada unidade contará com sala, dois dormitórios, cozinha, área de serviço e banheiro, e todas elas serão entregues com piso cerâmico, instalação hidráulica, elétrica e sanitária. O conjunto habitacional ocupará uma área de mais de 122 mil metros quadrados e incluirá, ainda, duas praças. O acesso principal será pela avenida Paulo Figueiredo Barreto, nas proximidades da ponte sobre o rio do Sal, que divide Aracaju e Nossa Senhora do Socorro.

Ingryd: “Espero que minha casa seja boa para mim e para minhas filhas”

“Eu estou recebendo o aluguel social da Prefeitura de Aracaju. Morava na região há cinco anos. Por conta dessa obra, minha casa precisou ser demolida. Mas foi bom, porque agora eu vou ganhar uma casa nova. Estou muito feliz com o anúncio da construção e espero que minha casa seja boa para mim e para minhas filhas, que seja confortável. Gostei também do tratamento que a Prefeitura sempre nos deu. Sempre ouviu as nossas preocupações. Estou muito ansiosa. Quero que termine logo as obras para eu ver como será minha casa”, conta Ingryd da Silva Santos, de 23 anos, que está na expectativa pela casa nova e foi prestigiar o anúncio do início das obras.

O empreendimento faz  parte do Programa de Requalificação Urbana de Aracaju “Construindo para o Futuro”, financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e está integrado ao projeto de construção da avenida Perimetral Oeste, que ligará a capital ao município de Nossa Senhora do Socorro. Para a concretização desta grande obra, estão sendo investidos R$ 43,7 milhões. Do total de 484 casas, 456 serão do modelo padrão, sobrepostas; 20 serão adaptadas para pessoas com deficiência; e 8 com áreas aptas a instalação de pontos comerciais para os moradores que já possuíam estabelecimentos no local.

Lindineide Vitor: “Não tenho palavras para expressar a emoção”

Quem não vê a hora de receber a nova casa no local é Lindineide Vitor, representante dos moradores na comissão de acompanhamento da obra da Perimetral Oeste. “A expectativa é muito grande. É um sonho que está sendo realizado com a assinatura da ordem de serviço para a construção do conjunto. Agora é segurar a ansiedade até a entrega. Não tenho nem palavras para expressar a emoção que estou sentindo”, comemorou.

Perimetral Oeste

A avenida Perimetral Oeste não é apenas uma obra de mobilidade urbana, mas um projeto que mudará completamente o cenário local e, consequentemente, provocará impactos positivos em toda Aracaju, levando progresso e desenvolvimento para a região Oeste e valorizando substancialmente a área. A secretária municipal da Assistência Social, Simone Santana Passos, explicou como foi feito o trabalho de identificação das famílias contempladas.

Sérgio Ferrari: “A nossa meta é entregar o conjunto habitacional até dezembro do ano que vem”

“Fizemos um diagnóstico da área para identificar as pessoas que seriam impactadas pela obra. Localizamos cada família que seria afetada e providenciamos, imediatamente, a retirada delas do local. Hoje, elas estão no aluguel social, recebendo um auxílio mensal de 400 reais, onde permanecerão até que a obra seja finalizada e, logo após, retornarão para suas casas com dignidade, infraestrutura, totalmente pensadas para assegurar a qualidade de vida dessas pessoas”, salientou.

O secretário municipal da Infraestrutura e presidente da Empresa Municipal de Obras e Urbanização, Sérgio Ferrari, explicou que a construção do conjunto habitacional é uma contrapartida do município para a execução do Programa de Requalificação Urbana. Segundo ele, “para a construção da avenida Perimetral foi necessário a retirada de várias famílias deste local. Alguns moradores optaram pela indenização, enquanto outros preferiram o imóvel. Então, nós os colocamos no auxílio-moradia e quando as casas estiverem prontas, eles retornam. Algumas residências terão ponto comercial, para que as pessoas que já tinham comércio aqui possam ter a sua fonte de renda garantida. A nossa meta é entregar o conjunto habitacional até dezembro do ano que vem”.

 

 

Compartilhe:

Sobre Só Sergipe

Portal Só Sergipe
Site de Notícias Levadas a Sério.

Leia Também

Janeiro Branco

Janeiro Branco: em Aracaju, campanha intensifica divulgação de cuidados ofertados pelo município

O Janeiro Branco é uma campanha nacional que busca conscientizar a sociedade sobre a importância …

WhatsApp chat