quarta-feira, 01/09/2021
Empreendimento da empresa sergipana deverá gerar, em média, 100 empregos diretos e indiretos

Com apoio do Governo, construtora inicia projeto de usina de asfalto em Socorro

O Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI) vem atuando como força motriz do crescimento das indústrias no estado, impulsionando novos empreendimentos e fornecendo apoio à manutenção dos negócios já existentes. Nesse âmbito, um dos projetos em andamento é a implantação da usina de asfalto da Construtora Celi, a ser instalada no Distrito Industrial de Nossa Senhora do Socorro, contando com incentivo locacional concedido pelo Governo de Sergipe. A previsão é de que o empreendimento gere cerca de 100 postos de trabalho, entre diretos e indiretos, e tenha um investimento total de R$ 8 milhões.

Com conclusão estimada até o fim de 2021, o projeto abrange um terreno com área total de 26.544,77 metros quadrados e área construída de 6.208,09 metros quadrados. A área de implantação da usina totaliza 7.033,70 metros quadrados, divididos entre o espaço da fábrica e os setores administrativos e de apoio. Atualmente, a obra está no início dos serviços preliminares, com a terraplanagem do terreno.

Há mais de 50 anos no mercado, a Construtora Celi investe constantemente em novas tecnologias para a realização de obras de engenharia civil em todo o País, com empreendimentos imobiliários, edificações públicas e particulares, obras industriais, construção de conjuntos habitacionais, saneamento e infraestrutura básica, pontes e viadutos. Neste sentido, a usina de asfalto entra como mais um braço da empresa, com um volume estimado de produção entre 700 a 800 toneladas de asfalto por dia, voltadas às demandas dos projetos da própria construtora, como pavimentação e impermeabilização de estradas e vias urbanas, além de usos em áreas internas, em obras públicas e privadas.

Área estratégica

O diretor presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe (Codise), José Matos Lima Filho, destaca que a área escolhida para implantação da indústria é considerada estratégica, uma vez que oferece ótimas condições logísticas para recebimento de matérias-primas e de escoamento da produção. “A região de Socorro está em franca expansão, com crescimento da demanda do setor de construção civil. Como resultado da chegada de uma usina de asfalto deste porte, teremos não só a geração de emprego e renda, mas a possibilidade de aquecimento do setor com a prática de preços mais competitivos e atração de novos investimentos”, pontua.

De acordo com o empresário Luciano Barreto, a atuação do governo do Estado, por meio da Codise, trouxe suporte à operacionalização do planejamento. Para ele, a contribuição do PSDI foi fundamental para viabilizar a aquisição do projeto e os incentivos do Governo puderam fazer com que ele fosse colocado em prática. 

Leia Também

Aracaju inicia nova antecipação da D2 de AstraZeneca e Pfizer a partir de quarta, dia 1°

A Secretaria Municipal da Saúde irá antecipar a segunda dose (D2) para quem recebeu a …