quarta-feira, 02/12/2020
resultado eleições municipais 2020 segundo turnoPowered by Rock Convert
Belivaldo Chagas faz anúncios no Papo Reto Foto: Marco Vieira

Belivaldo Chagas não sabe quando vai pagar o décimo terceiro dos servidores

Os servidores públicos estaduais de Sergipe terão que esperar até o dia 10 de novembro para saber como o governo vai pagar o décimo-terceiro salário. Para complicar ainda mais a onda de incerteza, o governador Belivaldo Chagas disse que ainda não há recursos disponíveis para esse pagamento.

A má notícia foi dada hoje em entrevista que Belivaldo Chagas concedeu ao Jornal da Fan, quando também rebateu críticas da Central Única dos Trabalhadores (CUT). O fato é que Belivaldo não sabe como vai pagar o décimo-terceiro do funcionalismo público.

“Os servidores receberão o décimo, só não sei como ainda. Podemos disponibilizar via empréstimo junto ao Banese, ou de forma parcelada para aqueles servidores que não quiserem. O melhor seria pagar todo de uma vez, mas não tenho como garantir isto”, afirmou.

Rebatendo críticas

Durante a entrevista, o governador ainda rebateu declarações do presidente da Central Única dos Trabalhadores em Sergipe (CUT/SE), Rubens Marques, o professor Dudu.

“Tem gente que gosta de falar pra plateia. Se ele diz que tem essa capacidade toda e ele que mostre”, disse que governador ao se referir à crítica de Dudu, que aponta que o Governo tem condições de realizar o pagamento dos servidores dentro do mês e que a crise financeira do Estado é falsa.

“Falsa mesmo é a declaração de Dudu. Eu respeito o líder sindical, mas nós temos tudo exposto no portal da transparência. Se ele tiver a capacidade de me mostrar uma solução, eu estou aguardando”, declarou.

Sobre a polêmica do projeto encaminhado pelo Governo à Alese que cria o Sistema de Avaliação da Educação Básica de Sergipe – SAESE e propõe a implantação do “Programa Alfabetização pra Valer”, o governador negou que não haja diálogo com o Sintese e garantiu que o projeto será bom para Sergipe.

“Vamos trocar o pneu com o carro andando. Chega de tanta reunião, a gente não chega a lugar nenhum porque não entra num consenso. O que estamos querendo fazer em Sergipe é o que já acontece no estado do Ceará. O modelo já foi implantado por lá e é bastante elogiado”, frisou.

 

Leia Também

Edvaldo Nogueira é prefeito pela quarta vez e poderá completar 20 anos no comando de Aracaju

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, PDT, foi reeleito com 150.823 votos (57.86% dos válidos) …