sexta-feira, 21/02/2020
O ato em Aracaju reuniu poucas pessoas

Ato pede saída de Eduardo Cunha

Compartilhe:

Integrantes do Levante Popular da Juventude  fizeram , nesta segunda-feira, 23, um ato na praça Fausto Cardoso, no centro de Aracaju, pedindo a saída do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, PMDB.  A mobilização foi feita através das redes sociais e atraiu poucas pessoas na capital sergipana. Mesmo assim, o grupo não deixou de chamar a atenção da comunidade com o grito: “Cunha, saía daê, o povo não quer você!

Rawy Sena e Marina Lima, do Levante Popular da  Juventude, lamentaram que poucas pessoas tenham participado da mobilização, mas iriam aproveitar a oportunidade para  conversar com estudantes e comerciários  que saíam das aulas e do trabalho, respectivamente.

Vestidos  com camisetas pretas e com tambores, os manifestantes  chamaram a atenção de pessoas que passavam pela praça Fausto Cardoso. Eles escolheram a área mais central da capital e ficaram em frente ao Palácio Museu Olímpio Campos,antiga sede do Governo de Sergipe. No chão , eles estenderam um faixa com os dizeres “Fora Cunha”.

“Cunha significa o retrocesso.  Nos causa indignação a presença dele na Câmara Federal”, disse Marina Lima. O grupo promete outras mobilizações, mas ainda não há data prevista para o próximo ato.  “Nós vamos resistir, até Cunha cair”, disseram.

Compartilhe:
Powered by Rock Convert

Leia Também

“Jackson Barreto é carta fora do baralho”, diz Danielle Garcia

A pré-candidata a prefeita de Aracaju, Danielle Garcia, do Cidadania, disse hoje, 18, que o …