sábado, 11/09/2021
Os artistas sergipanos buscando apoio da população Foto: Sindmuse

SOS Músicos já arrecadou mais de duas toneladas de alimentos para artistas; você pode ajudar

Juliana Melo (*)

O Sindicato dos Músicos de Sergipe (Sindmuse) está fazendo a campanha “SOS Músicos Sergipanos”, com o objetivo de arrecadar alimentos para compor cestas básicas destinadas aos artistas. Com os shows suspensos devido à pandemia da covid-19, muitos estão passando necessidades financeiras. Até agora, com essa campanha, o Sindmuse já conseguiu arrecadar mais de duas toneladas de alimentos.

Carrinho de compras espera por sua ajuda

A campanha para arrecadação de alimentos começou com uma tenda instalada no estacionamento do Hiper GBarbosa Norte, onde eles permaneceram por dois meses, tocando das 9 às 17 horas. Agora, eles estão no estacionamento do Assaí Atacadista Norte, com apresentações no mesmo horário. Se o fluxo de pessoas no estabelecimento for grande, eles estendem o horário por mais um pouco.

“Dezenas de músicos, tanto do interior como da capital, nos procuram pedindo ajuda. Eles não pedem dinheiro, pedem comida, cesta básica. Resolvemos criar essa campanha para arrecadarmos alimentos e doarmos a eles.  A sociedade tem sido muito importante nesse processo, ela está colaborando bastante. As pessoas colocam fardos de alimentos não perecíveis para nós e, com essa ajuda, estamos conseguindo tirar de lá atualmente dois carrinhos por dia”, afirma o presidente do Sindmuse, Tonico Saraiva.

Sobrevivência

Heribas do Forró: apoio da população é importante

O cantor Heribas do Forró foi um dos contemplados com as cestas básicas doadas todas às sextas-feiras pelo sindicato. Ele atualmente vive da música, assim como o parceiro Jailson do Acordeom. “Tonico Saraiva idealizou a campanha como uma alternativa de sobrevivência, diante da realidade social na qual estamos vivendo”, afirmou Heribas.

“Sentamos nós três na calçada do Gbarbosa (Heribas, Jailson e Tonico) e começamos a tocar. Criamos uma relação com o nome dos músicos do Estado e da capital com o objetivo de conseguir alimentos para nossa sobrevivência e também para a deles, que são nossos amigos de profissão. Hoje nos apresentamos nas tendas que resolvemos montar. Existem muitos músicos para serem socorridos, inclusive profissionais que moram em vilas. Eu somente tenho a agradecer a cada um que realiza a doação”, disse, comovido, Heribas do Forró.

Apoio nacional aos músicos sergipanos

Atualmente a campanha SOS já conseguiu arrecadar mais de duas toneladas de alimentos. Já recebeu doações de artistas nacionais como  Calcinha Preta, que enviou de forma independente, e  Wesley Safadão, que mandou meia tonelada de alimentos durante uma live por meio da Augusto Produções.

Adelmário Coelho: vídeo ajudando os artistas sergipanos

Caju e Castanha, Adelmário Coelho e Geraldo Cardoso também divulgaram, por meio de vídeos, o pedido de socorro para os músicos sergipanos, assim como algumas entidades locais também contribuíram, a exemplo do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica do Estado de Sergipe (Sintese), o Sindicato dos Administradores do Estado de Sergipe (Sindase) e a Central Única dos Trabalhadores (CUT). Estas entidades doaram alimentos para poder completar as cestas básicas destinadas aos músicos.

Com o intuito de expandir o número de doações para suprir todas as famílias dos músicos necessitados, ontem, foi realizada uma live beneficente transmitida pelo Instagram @blogturcassandra e pelo YouTube. A live aconteceu no restaurante do Boteco da Feira na Orla de Atalaia dentro da Feira do Turista.

A iniciativa foi conduzida pela jornalista Cassandra Teodoro e contou com apresentações do cantor, compositor e pesquisador do Rei do Baião Luiz Gonzaga, o Santana Baião da Penha, com a participação de Patrícia Cunha e Genilson Aragão.

“A live teve bate papo e muita música boa. Quem se sentir tocado pode também doar alimentos na Rua Doutor Osório de Araújo Ramos, 550 no Edifício Praia Mar, apartamento 401, no bairro 13 de julho. Quem preferir pode também fazer as doações na agência Banese número 054 na conta 01-002269/3, da Cassandra Teodoro, ou na agência 2186 da Caixa Econômica Federal, operação 013, conta 12017-0. Dia 23, em homenagem ao São João, será realizada outra live com o intuito de fazer os nordestinos aproveitarem o forró regional”, ressalta Santana Baião.

Abraçando a causa dos músicos

“Estamos em um momento de dificuldades e por vezes nos sentimos abandonados. Eu quero aproveitar a oportunidade para agradecer às pessoas que estão ajudando os músicos a alimentarem as suas famílias por meio de cada doação. O que o músico sabe é cantar, é tocar, é alegrar a sociedade e está impedido de trabalhar. Meu muito obrigado em nome do sindicato aos que já passaram no Gbarbosa e estão nos ajudando no Assaí Atacadista. Agradeço de coração e peço encarecidamente que continuem. Precisamos dos alimentos para sobreviver”, afirmou Tonico.

Erivaldo de Carira fará uma live para ajudar os colegas

O artista Erivaldo de Carira também está abraçando a causa e tentando arrecadar alimento. Sua próxima live será realizada no dia 20 às 17h, e será transmitida pela TV Aperipê.

No dia 31 de março o sindicato protocolou uma carta aberta ao governo do estado e à prefeitura de Aracaju com sugestões de projetos visando à realização de lives com os artistas aracajuanos para serem exibidas nos portais da cidade. O Forró Caju em Casa foi uma apropriação adaptada do projeto sugerido pelo sindicato.

“Eu acho que deveria existir uma sensibilidade maior frente à situação. Os músicos de barzinhos estão passando muitas dificuldades. Eles não têm como comprovar questões de valores, pois tocam nos barzinhos e recebem seus R$ 200 ou R$ 300 sem assinar nada. É tocando, recebendo e indo fazer a feira no outro dia. O edital contempla apenas 45 artistas, eles não têm documentação para comprovar questões de valores, estamos muito preocupados com a nossa situação”, conta Tonico Saraiva.

  Conheça um pouquinho da campanha

 

(*) Estagiária sob supervisão do jornalista Antônio Carlos Garcia

 

 

 

 

 

 

 

Leia Também

“A gente”, novo single de Nino Karvan e Chico Cesar

Depois de uma excelente repercussão de crítica com o álbum De Lua, canções de Luiz …