quinta-feira, 05/12/2019
Início » Editorias » Cidades » Estácio de Sergipe abre curso de graduação em Estética e Cosmética
Powered by Rock Convert
Andreza diz que as disciplinas são específicas, permitindo que o graduado chegue ao mercado de trabalho habilitado para executar, com segurança, tratamentos corporal, capilar e facial

Estácio de Sergipe abre curso de graduação em Estética e Cosmética

Compartilhe:
JOB Connect - Coworking e Escritório VirtualPowered by Rock Convert

Em constante crescimento no Brasil, o mercado de estética exige profissionais preparados para executar procedimentos específicos nas áreas de beleza e bem-estar. Diante disso, as empresas do setor disputam a mão de obra para atender o desejo do consumidor interessado em se sentir bem diante do espelho. A qualificação profissional é o caminho mais rápido e seguro para quem pretende entrar neste concorrido mercado. E para atender a esta demanda, a Faculdade Estácio de Sergipe inaugurou o curso de Estética e Cosmética, com turmas pela manhã e à noite.

A área de atuação do graduado em tratamentos corporal, capilar e facial é bem ampla, pois o setor de higiene pessoal e perfumaria do Brasil é o quarto colocado no mundo. Segundo a coordenadora do curso da Estética e Cosmética da Estácio de Sergipe, Andreza Rabelo, os graduados na área trabalham em clínicas, centros de estética, spas, hotéis, salões de beleza, barbearia, consultorias, academias, cruzeiros e setor industrial. De acordo com a professora, além de atuar como empregado, o profissional pode prestar serviços ou mesmo montar o próprio negócio.

Alguns diferenciais oferecidos pela Estácio de Sergipe estão atraindo estudantes de outras instituições de ensino. Entre eles, Andreza Rabelo destaca o tempo do curso, que é de dois anos e meio, enquanto em outras faculdades a graduação dura, no mínimo, três anos. “Formando-se mais rápido, o profissional chega mais cedo no mercado de trabalho”, explica. Outra diferença é o valor do curso, que na Estácio é bem inferior ao praticado pelas concorrentes. “Também destacamos a qualidade do nosso corpo docente, formado, em sua maioria, por mestres e doutores”, diz a coordenadora.

A procura pelo curso de Estética e Cosmética tem aumentado em função das exigências feitas pelas empresas. Andreza Rabelo destaca que o portador de graduação tem muito mais chances de conseguir um emprego, além de ganhar um salário maior do que é pago ao técnico de nível médio. Ressalte-se que, embora muitas modalidades de tratamento sejam conhecidas do público, se forem praticadas por pessoas despreparadas, poderão acarretar prejuízos estéticos e, principalmente, à saúde. “Nossas disciplinas são específicas, permitindo que o graduado chegue ao mercado de trabalho habilitado para executar, com segurança, tratamentos corporal, capilar e facial”, conclui a professora.

 

Compartilhe:

Leia Também

Fundação Mamíferos Aquáticos inicia campanha “Limpe essa mancha”

Powered by Rock Convert A Fundação Mamíferos Aquáticos (FMA), em parceria com o Shopping Jardins, …

WhatsApp chat