segunda-feira, 21/09/2020
Juventude e Confiança Foto: Arthur Dallegrave/ E.C. Juventude

Confiança confirma que representará a arbitragem do jogo contra o Juventude, junto a CBF

Compartilhe:

Em enfrentamento pela 9ª rodada da Série B, o Dragão sofreu uma derrota que ainda dá o que falar, visto que entende que dois dos gols marcados pelo Juventude se deram de forma irregular. Garante o presidente do clube que irá representar a arbitragem da partida junto a CBF.

Em uma partida, onde tudo remetia sucesso para o time sergipano, o Confiança terminou a primeira etapa vencendo o Juventude por 1×0. Voltou para o segundo tempo jogando melhor que o time do Rio Grande do Sul, entretanto, após algumas substituições a equipe alviverde conseguiu emparelhar a partida.

Até aí, tudo normal! Não fosse o fato do time nordestino ter sofrido dois gols de forma irregular, inclusive àquele que pôs números iguais a partida, no qual o atacante adversário Bruno Lopes mandou a bola para as redes em posição de impedimento.

O gol causou um impacto no Dragão de Aracaju, que sofreu a virada e para aumentar a revolta o Juventude chegou ao terceiro gol, em um pênalti que não existiu, já que a falta que originou a penalidade máxima realmente existiu, porém aconteceu fora da área.

Em nota oficial, a Diretoria do Confiança esclarece que um possível pedido de anulação da partida foi desconsiderado, uma vez que não é cabível. Contudo, tomou a atitude com o objetivo de que outras equipes não sejam prejudicadas com erros desse tipo no decorrer da competição.

Confira a nota da diretoria do Confiança

“A Associação Desportiva Confiança, vem por meio desta, informar a sua torcida, patrocinadores e imprensa as ações que serão realizadas pelo clube após os erros de arbitragem no jogo contra o Juventude na última terça-feira (8).

O jurídico do Confiança entende que não cabe pedido de anulação ou impugnação da partida, pois o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) possui entendimento no sentido de que, para tal, é preciso a ocorrência de um “erro de direito”, como por exemplo, um erro por desconhecer as regras do futebol ou por ter ocorrido interferência externa. No caso do último jogo, o erro se enquadre como “erro de fato”, ou seja um erro de interpretação dos árbitros, portanto, não caberia um pedido de impugnação.

O clube entrará com uma representação em desfavor dos árbitros pedindo as devidas punições, como multa e/ou suspensão dos mesmos. A atitude foi tomada com o intuito de que nenhum outro clube possa ser prejudicado desta mesma maneira e que as próximas partidas sejam apitadas por árbitros dignos de série B”.

O resultado da partida manteve o Confiança na 15ª colocação da Série B, com 7 pontos. A equipe pode acabar na Zona de Rebaixamento no fechamento da rodada, no fim de semana, se o Cruzeiro, Sampaio Corrêa e CSA vencerem seus jogos na rodada.

 

Compartilhe:

Leia Também

Brasileirão série D: Frei Paulistano 0x0 Potiguar; Itabaiana 1×1 ABC

Neste domingo, 20, o Frei Paulistano empatou sem gols com o Potiguar, em Mossoró. O …

Deixe uma resposta