quarta-feira, 28/10/2020
Jair Bolsonaro: reprovado Foto: Marcelo Camargo|Agencia Brasil

Brasileiros não estão otimistas com emprego e educação; e também desaprovam o governo bolsonarista

Uma pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT), divulgada hoje, 12, mostrou que 68,1% dos entrevistados acreditam que a situação do emprego no País vai piorar. Em janeiro, apenas 18,9% pensavam assim e 43,2% achavam que ia melhorar. Hoje, somente 15,1% ainda acreditam que vai melhorar.

A pesquisa da CNT perguntou, também, a expectativa no quesito educação. Somente 14,1% acreditam que vai melhorar, mas anteriormente esse percentual era de 36%.  Os que acreditam que vai piorar eram 21,4% em janeiro, mas em maio subiu 47,7%. Para 36,5% vai ficar igual, mas em janeiro eram 40,5%.

A avaliação sobre o desempenho pessoal do presidente Jair Bolsonaro também segue em queda livre. Em janeiro, 47,8% aprovavam e agora 39,2%. Os que desaprovavam em janeiro eram 47,0%, mas agora são 55,4%.

O governo Bolsonaro também segue na mesma linha de decadência. Ótimo ou bom somam 32%, enquanto ruim ou péssimo, 43,4%.

As manifestações contra o Congresso Nacional e Supremo Tribunal Federal (STF) tiveram 51,8% contra e 28,8% a favor. E 10,8% não são a favor e nem contra, enquanto 8,6% não sabem ou não responderam.

Mesmo diante de muitas reclamações de empresários e sem a população cumprir como deveria, o isolamento social, 67,3% defendem o isolamento para todos e 29,3% somente para aqueles que fazem parte do grupo de risco. Para 2,6% não deveria haver isolamento e 0,8% não sabem ou não responderam.

Bom pagador

A confiança na imprensa também é questionável. Confiam pouco 48,5%, enquanto 24,3% confiam muito. Outros 2,52% não confiam, e 2% nãos sabem ou não responderam.

Nestes tempos de pandemia com tantas dificuldades, 61,9% continuam pagando as contas, enquanto 37,7% deixaram de pagar. E 0,4% não sabem.

Dentre os entrevistados, 62,5% querem que as eleições municipais de outubro sejam adiadas, enquanto 30,4% preferem mantê-las. E 7,1% não sabe ou não responderam.

A pesquisa da CNT ouviu 2.002 pessoas, por telefone, em cinco regiões, 25 capitais e 494 municípios, entre os dias 7 e 10 de maio. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança.

Confira a pesquisa clicando aqui

Leia Também

Acese Itabaiana quer mais segurança no município

O presidente da Casa Legislativa de Sergipe, Luciano Bispo (MDB), recebeu, ontem, 27, uma comissão …