quarta-feira, 10/08/2022
Em Sergipe, as vendas de veículos novos, em julho, totalizaram 997 unidades Foto: Ascom/ Sefaz

Vendas de veículos novos em Sergipe cresceram 6,1%, em julho 

Compartilhe:

As vendas de veículos novos em Sergipe, no mês de julho, totalizaram 997 unidades. Esse número diz respeito à soma das vendas de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus licenciados, pela primeira vez, de acordo com a nota fiscal da compra.

Em termos relativos, verificou-se recuo de 2,8% nas vendas em relação a julho de 2021. Já na comparação com o mês imediatamente anterior, junho último, verificou-se um acréscimo de 6,1%.

As vendas de automóveis e comerciais leves totalizaram 891 unidades, apresentando aumento de 7,6%, em relação às vendas do último mês de junho. No comparativo com julho do ano passado, observou-se redução de 4,8% das vendas desse segmento.

Entre os veículos pesados, o segmento de caminhões registrou a comercialização de 64 unidades, assinalando crescimento de 3,2% em relação à comercialização registrada em julho de 2021. No segmento de ônibus, as vendas foram de 42 unidades, apresentando acréscimo de 50,0%, quando comparado ao mesmo mês do ano anterior (julho/2021).

As vendas e o licenciamento de ciclomotores, motocicletas e motonetas, a partir de 50 cilindradas, de acordo com a Lei 13.154/2015, no mês analisado, somaram 1.609 unidades. Na comparação com julho do ano passado, tais venda assinalaram queda de 7,8%. Já na comparação com junho último, observou-se aumento de 0,2%.

A análise foi realizada pelo Núcleo de Informações Econômicas (NIE) da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES), com base nos dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

Brasil

Em todo o Brasil, as vendas de veículos automotores novos sofreram uma leve queda no mês de julho, quando foram comercializados 307.709 unidades: 0,5% a menos que o registrado no mesmo mês de 2021 e 2,61% inferior às vendas de junho de 2022. No acumulado do ano (janeiro a julho), foram vendidas 1.958.945 unidades, 2,65% a menos do que registrado no mesmo período de 2021.

Os dados, divulgados ontem, são da Fenabrave. São levadas em conta as vendas de automóveis e comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas e implementos rodoviários.

“A queda pode ser explicada por um conjunto de fatores, como a menor oferta, especialmente, no segmento de duas rodas, devido a problemas na produção e pela maior restrição e aumento do custo de crédito, já que a inadimplência, nos financiamentos de veículos, está em 4,5%”, destacou o presidente da Fenabrave, José Maurício Andreta Júnior.

As vendas de automóveis e comerciais leves tiveram elevação nas vendas em julho de 4,13% em relação ao mesmo mês de 2021. Em comparação a junho de 2022, houve elevação de 2,2%. Já no acumulado do ano, até julho, foi registrada queda de 12,7% em relação ao mesmo período de 2021.

A expectativa da Fenabrave é que, com a nova redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para automóveis – que passou de 18,5% (desde 25 de fevereiro) para 24,75% (a partir de 1 de agosto) – as vendas do segmento cresçam nos próximos meses, podendo atingir uma elevação de 4% no final do ano, em comparação a 2021.

Com informações da Agência Brasil

Últimas notícias:
Compartilhe:

Leia Também

Havard

Professores de Harvard realizam imersão sobre empreendedorismo e gestão em Aracaju

Nos dias 27 e 28 de agosto, no Hotel Quality, Aracaju vai receber a imersão …

Deixe um comentário

WhatsApp chat