quarta-feira, 22/06/2022
Colisão
A colisão em poste tem sido frequente Fotos: Ascom/Energisa

Aracaju lidera o ranking de ocorrências de colisões em postes em cinco meses; em todo Estado foram 118

Compartilhe:

De janeiro a maio deste ano, a Energisa em Sergipe registrou 118 ocorrências de colisões de veículos em postes, uma redução em relação ao mesmo período em 2021 que foram registradas 125 ocorrências. A colisão de veículos em postes pode gerar vítimas fatais e a interrupção de energia elétrica em residências, escolas, comércios e hospitais, além de causar transtornos no trânsito.

Levantamento realizado pela Energisa aponta que a maioria das ocorrências acontece na madrugada. Somente de janeiro a maio, Aracaju registrou 24 acidentes, em seguida aparecem as cidades de Nossa Senhora do Socorro, Itabaiana e Lagarto.

Energisa
Mais um flagrante de colisão em poste

O gerente de Operações da Energisa, Daniel Flor, alerta que o cuidado precisa ser redobrado para evitar essas colisões, principalmente neste período de festejos juninos e chuvas. “Temos festejos acontecendo em todo estado, além disso há uma maior incidência de chuvas de forma que esses cuidados precisam ser redobrados para evitar acidentes”, orienta.

Ainda segundo Daniel, em caso de acidente o condutor deve evitar sair do veículo, sempre que possível, pois podem existir cabos sobre o veículo ou próximos não visualizados pela vítima. Além do Samu e do Corpo de Bombeiros, é imprescindível que a Energisa seja imediatamente acionada para realizar todos os procedimentos com segurança. Quem for prestar socorro, deve também ficar afastado do veículo e acionar a Energisa.

A interrupção no fornecimento de energia elétrica é outra consequência das colisões com postes. De janeiro a maio deste ano, 140 mil clientes tiveram o fornecimento de energia interrompido por conta de acidentes. Para minimizar esse impacto para os clientes, a Energia tem investido cada vez mais em tecnologias e medidas de prevenção.

“A Energisa investe continuamente na automatização da rede elétrica para reduzir o número de clientes atingidos em situações como esta, assim como agilizar ao máximo o seu restabelecimento da energia elétrica. Contamos com um Centro de Operação Integrado moderno que permite esse monitoramento 24 horas por dia e quando a situação permite, realiza manobras telecomandadas para restabelecer a energia elétrica com segurança o mais rápido possível”, explica Daniel.

Outro fator relacionado aos acidentes com postes é a responsabilidade de quem irá arcar com os prejuízos. O custo da substituição de cada poste é em média de R$ 5.800,00, que será obrigatoriamente cobrado do infrator/condutor do veículo causador do sinistro.

Prevenção           

Um sistema de proteção foi implantado pela Energisa em vários pontos da cidade para diminuir o impacto das colisões em postes. O dispositivo consiste em uma estrutura de concreto colocada na base do poste. Segundo Thyago Tanouss, o objetivo é diminuir o impacto da colisão para o condutor e diminuir os danos nos postes, e consequentemente evitar a falta do fornecimento de energia elétrica.

“Instalamos várias muretas/defensas por Aracaju e alguns municípios em locais específicos e de grande probabilidade de acidentes de trânsito. É muito importante reforçar os cuidados no trânsito, principalmente em locais de maiores fluxos, em curvas, como também em períodos de chuvas”, afirma Thyago.

Serviço

Em casos de acidentes envolvendo a rede elétrica, informe imediatamente à Energisa por meio dos canais de atendimento:

Site: energisa.com.br  
www.gisa.energisa.com.br   

Aplicativo Energisa On (disponível no Google Play ou App Store do celular)

Call Center: 0800 079 0196

Últimas notícias:
Compartilhe:

Leia Também

Luiz Thadeu, o maranhense com mobilidade reduzida mais viajado do  mundo, lança livro nesta quarta-feira, em São Luiz

O neurologista austríaco Viktor Frankl, criador da Logoterapia e Análise Existencial, escreveu o seguinte: “Quando …

Deixe um comentário

WhatsApp chat