quarta-feira, 19/01/2022

Reinvente-se

A Psicanálise em risco

A comunidade psicanalítica começou o ano de 2022 indignada. O Ministério da Educação (MEC), de forma arbitrária e contra tudo o que se prega sobre conhecimento e prática psicanalítica, autorizou a criação de um curso de Graduação para “psicanalistas”. A indignação acontece porque quem tem o mínimo conhecimento dessa arte sabe que a construção de um analista nunca será possível …

Leia Mais »

Então é Natal… e Ano-Novo também

O mês de dezembro é cercado de um movimento intenso muito diferente dos demais. Cristãos de várias religiões comemoram, no mundo, o nascimento do Filho de Deus. E, uma semana depois, temos a mudança de ano no calendário. Essas comemorações são vividas intensamente, e as celebrações e confraternizações das pessoas do trabalho, dos diversos grupos de amigos e da família …

Leia Mais »

Amor, me sustenta?

Um movimento interessante que surgiu nos últimos tempos, mas se tornou mais presente pós- movimentos feministas, é a busca de homens de todas as idades por mulheres mais velhas, já com a vida profissional estabilizada, para que possam viver com elas assumindo o papel de cuidador afetivo da família, mediante o seu sustento financeiro. Ao lado dos sugar babies e …

Leia Mais »

A crueldade das relações atuais para as mulheres: patriarcado disfarçado

Quem fala em liberdade e direitos femininos na contemporaneidade não pode deixar de perceber que, em determinadas esferas da vida, esses direitos ainda não chegaram de fato. Estão mascarados por uma pseudoliberdade cedida por uma mão e retirada por outra. As relações e vínculos da sociedade líquida é muito mais cruel com as mulheres. Homens e mulheres possuem jeitos diferentes …

Leia Mais »

Pulsão de Morte: festas como desencadeantes da dor

A pulsão de morte foi o nome dado por Freud para nossos instintos (ou pulsões, dependendo da tradução e da interpretação da obra do autor) voltados para a cessação de dor, tensão e busca pelo prazer. Esse prazer é algo que não segue a ordem natural das coisas e tenta driblar a pulsão (ou instinto) que promove a vida. Ele …

Leia Mais »

Feliz Dia da Mulher?

No próximo dia 8 de março, celebraremos mais um Dia Internacional da Mulher. Mas há o que celebrar? Desde o início da pandemia, aumentaram os casos de violência doméstica e feminicídio. Com os casais passando mais tempo em casa, com menos válvulas de escape para as tensões comuns do dia a dia e a necessidade de uma nova rotina de …

Leia Mais »

O amor nas redes

Com a pandemia, muitos dos encontros que aconteciam em bares, livrarias, shoppings, praias e nas casas dos amigos foram migrados para a internet. Aplicativos como o Zoom e Google Meet passaram a perpassar nossa vida diariamente. Para situações de trabalho e estudo, tirando a necessidade de adaptação e domínio da ferramenta, as coisas continuam seguindo, avançando. Mas e quanto às …

Leia Mais »

A pandemia pode acabar com o AMOR?

O isolamento necessário para a continuação da vida, em um mundo onde quem está “reinando” só é possível ser visto pelo microscópio, tem causado graves estragos nas relações afetivas. Nosso mundo Ocidental, acostumado com processos de individuação, luta por igualdade de direitos e busca pela felicidade no hoje, sofre com a dificuldade de compartilhar, dividir e lidar com os outros. …

Leia Mais »

Quem não é bipolar?

Uma das maiores questões que sondam os psicodiagnósticos no modelo médico são as oscilações afetivas. Tristeza e alegria, quando intensificadas e desarmônicas, dão espaço para o desencadeamento da depressão e da mania. Veja: tristeza não é sinônimo de depressão e alegria não é mania. Mas, no mundo atual, parece difícil identificar as diferenças. Parece que os sentimentos nunca estiveram tão …

Leia Mais »

Como preparar os filhos para o “novo” futuro

Diante de tantas mudanças – escolas fechadas e novamente abertas, atividades se restringindo no máximo aos quatro cantos da casa, dificuldades de organizar a higienização e os cuidados de saúde para os filhos que possuem guarda compartilhada – os pais se encontram numa situação inédita de tomada de decisões. Pediatras, professores, babás precisam reaprender, na prática, como trabalhar e, dentro …

Leia Mais »