domingo, 26/05/2019
Início » Editorias » Cidades » Vacinação contra a gripe começa hoje em todo o país
Duplichaves
Vacinação é extremamente importante Foto:Rovena Rosa/Agência Brasil

Vacinação contra a gripe começa hoje em todo o país

Publicado em 23 de abril de 2018, 15:21

Começou hoje e segue até o dia 1º de junho em todo Brasil, a 20ª Campanha Nacional de Vacinação Influenza. Nesse período, a meta da Secretaria Municipal de  Saúde de Aracaju é imunizar 90% de cada um dos grupos prioritários, o que corresponde a 141 mil pessoas. Segundo a diretora de Vigilância em Saúde (DVS) da SMS, Taise Cavalcante, durante o período da campanha, todas as Unidades de Saúde da Família (USFs) de Aracaju e o Ipesaúde, aplicarão a vacina.

“O grupo prioritário da campanha são pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses aos menores de cinco anos, gestante e puérperas (até 45 dias após o parto). Mas outras categorias também podem se vacinar, como: trabalhadores de saúde, povos indígenas, pessoas privadas de liberdade, o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional, professores das redes pública e privada, e os portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas especiais. A escolha destes grupos segue recomendação da Organização Mundial da Saúde”, explicou.

Dia D –  O chamado Dia D de mobilização nacional deve ocorrer em 12 de maio. A previsão é de que nessa data estejam abertos 65 mil postos de vacinação, sendo 37 mil de rotina e 28 mil volantes, com o envolvimento de 240 mil pessoas. Também estarão disponíveis, para a mobilização, 27 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais.

 De acordo com o Ministério da Saúde, a dose protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, conforme determinação da Organização Mundial da Saúde (OMS), incluindo o H1N1 e o H3N2.

 “A vacina contra gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações ou, até mesmo, óbitos”, informou o ministério.

 Após a aplicação da vacina, podem ocorrer, de forma rara, dor, vermelhidão e endurecimento no local da injeção. As manifestações, segundo o governo, são consideradas benignas e os efeitos costumam passar em 48 horas.

 A vacina é contraindicada para pessoas com histórico de reação anafilática prévia em doses anteriores ou pessoas que tenham alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados. É importante procurar o médico para mais orientações.

JOB Connect - Coworking e Escritório VirtualPowered by Rock Convert

Leia Também

Passageiros recebem 28 ônibus novos

Os usuários do transporte coletivo de Aracaju já têm à disposição 28 novos ônibus, um …