quinta-feira, 21/09/2017
Início » Editorias » Cidades » Transporte coletivo é alvo de vandalismo e descaso
Ônibus atolou  no Povoado Sobrado, no local de acesso ao Assentamento Rosa Luxemburgo na tarde de ontem
Ônibus atolou no Povoado Sobrado, no local de acesso ao Assentamento Rosa Luxemburgo na tarde de ontem

Transporte coletivo é alvo de vandalismo e descaso

Share Button

Terminais de integração depredados por vândalos e ruas totalmente esburacadas esquecidas pela administração municipal. Estes são os dois principais problemas enfrentados, diariamente, pelos motoristas e cobradores que trabalham no sistema de transporte coletivo da capital e, principalmente, pelos usuários do sistema.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp) verificou que, no último sábado, 9, o banheiro do Terminal DIA amanheceu pichado, além das placas de identificação de itinerário de ônibus e lixeiras também. Enquanto isso, as guaritas  do Terminal  Marcos Freire foram depredadas.  “Infelizmente, ações de vandalismo como essas são recorrentes contra o transporte coletivo e geram um prejuízo direto aos seus  usuários” lamentou a instituição.

Para completar, as ruas em péssimas condições deixaram os ônibus do transporte público impossibilitados de circular, chegando a atolar o veículo, no Povoado Sobrado, no local de acesso ao Assentamento Rosa Luxemburgo na tarde de ontem, 11. Para agravar a situação, uma passageira reagiu com vandalismo atirando pedras contra o ônibus. Com o para-brisa traseiro e os vidros da porta de saída quebrados o ônibus ficou fora de circulação e a população sem transporte.

“Nós que precisamos, diariamente, do transporte somos prejudicados pela administração municipal, que não cuida das ruas e avenidas, e também pelos marginais que depredamos veículos”, lamentou a passageira Doralice dos Reis Oliveira.

Share Button
WWebsites

Leia Também

Laboratório de Informártica

Epifânio Dória abre inscrições para curso de informática

Três novas turmas do Curso de Informática estão sendo oferecidas pela Biblioteca Pública Epifânio Dória ...

Deixe uma resposta