domingo, 17/02/2019
Início » Editorias » Negócios » Sergipe tem uma das maiores taxas de desemprego do País
Duplichaves
Luiz Moura, do Dieese: melhorias somente no ano que vem Foto: André Moreira

Sergipe tem uma das maiores taxas de desemprego do País

Publicado em 17 de agosto de 2018, 20:22

Sergipe encerrou o segundo trimestre deste ano, com 173 mil pessoas desempregadas, 52 mil delas somente em Aracaju e os demais 121 mil em outros municípios sergipanos.  Esse total – sendo 90 mil mulheres e 83 mil homens – coloca Sergipe como uma das maiores taxas de desemprego do país, 16,08%. Esses dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (PNAD contínua), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo o economista do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio Econômicos (Dieese), Luís Moura, o número do segundo trimestre é um pouco menor que no primeiro, quando 178 mil pessoas estavam procurando emprego. Com isso, a taxa que era de 17% caiu para 16,08%, mas ele alerta para um detalhe: nesse grupo estão aquelas que deixaram de procurar emprego – algo em torno de 40 mil pessoas.

“As taxas de desemprego do Nordeste são muito elevadas. Nessa crise, os Estados mais pobres têm a maior taxa”, disse Luís Moura.

“No nosso caso, crise não é só do Estado, porque temos empreendimentos nacionais com problemas, que acaba contaminando a economia sergipana. O desemprego de 52 mil pessoas em Aracaju, não é irrelevante, mas outros municípios estão sofrendo, como Itabaiana, Nossa Senhora do Socorro, Lagarto dentre outros”, explicou.

Share Button
WWebsites

Leia Também

Economista defende debate sobre reforma da Previdência

O economista do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio Econômicos (Dieese), Luiz Moura,  defendeu …