quinta-feira, 21/09/2017
Início » Editorias » Cidades » Sergipe perde mais de 5 mil empregos em 2015
Arrecadação do ICMS sofreu mais uma queda
Arrecadação do ICMS sofreu mais uma queda

Sergipe perde mais de 5 mil empregos em 2015

Share Button
Luiz Moura, economista do Dieese, diz que a taxa de emprego caiu no Estado. Foto: Jorge Henrique
Luiz Moura, economista do Dieese, diz que a taxa de emprego caiu no Estado.
Foto: Jorge Henrique

O Estado de Sergipe perdeu 5.178 empregos com carteira assinadas em 2015, o que representou uma queda anual de 1,68%. Os dados foram divulgados hoje, 22, pelo economista do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos (Dieese), Luís Moura. Os setores de atividades que mais contribuíram para este desempenho foram a construção civil (-2.145 postos), a agropecuária (-1.388 postos) e o comércio (-979 postos).

Os dados analisados pelo economista são do Caged (Cadastro Geral de Emprego e Desemprego) do Ministério do Trabalho e Emprego. Em dezembro,  verificou-se um declínio de 0,74% no nível de emprego ou -2,250 postos de trabalho. Esse resultado, segundo Luís Moura, decorreu na queda em quase os setores, com destaque para construção civil, que perdeu 765 postos, e a indústria de transformação, com menos 629 postos de trabalho.

O resultado de Sergipe não difere do restante do país. O Brasil fechou exatas 1.542.371 vagas de trabalho em 2015, o pior resultado para o ano desde o início da série, em 1992. No ano, o total de empregos com carteira assinada caiu 3,74% em relação a 2014.

Em 2015, quase todos os meses tiveram corte de vagas. Apenas em março o número foi positivo. Em dezembro, foram 596.208 vagas a menos.  O número de empregos cortados é o saldo, ou seja, o total de demissões menos o de contratações no período. No ano passado, foram 17,7 milhões de contratações e 19,2 milhões de demissões, resultando no corte de 1,5 milhão de vagas.

O total de trabalhadores com carteira assinada no Brasil caiu para 39,663 milhões no final do ano passado, pior resultado desde 2012, quando foi de 39,646 milhões. Em 2014, o país tinha fechado o ano com 41,2 milhões de empregos.

Com informações do UOL

Share Button
WWebsites

Leia Também

Laboratório de Informártica

Epifânio Dória abre inscrições para curso de informática

Três novas turmas do Curso de Informática estão sendo oferecidas pela Biblioteca Pública Epifânio Dória ...

Deixe uma resposta