domingo, 16/12/2018
Início » Editorias » Cidades » Sergipe é considerado o Estado mais violento do país
Duplichaves
A operação em Poço Verde foi no início da manhã Foto: Divulgação

Sergipe é considerado o Estado mais violento do país

Share Button

O Estado de Sergipe é o novo líder da violência no Pais, segundo dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública divulgados no final da tarde da quinta-feira, 27.   Foram registradas 57,3 mortes violentas por 100 mil habitantes,  um número que supera o vizinho Estado de Alagoas que, desta vez, ocupa a segunda posição.

A maioria dos casos de assassinatos em Sergipe está relacionado ao tráfico de drogas, realidade dominante também em outros Estados. A Secretaria da Segurança  de Sergipe (SSP) estima que oito de cada dez mortes tenha relação com o comércio de entorpecentes, entre outros crimes, segundo análises feitas em inquéritos policiais.

A pasta destaca que, mesmo diante da alta taxa (57,3 mortes por 100 mil habitantes), 43,6% das investigações apontam o autor do crime, com encerramento dos inquéritos e envio para a Justiça. A SSP afirmou que atua  com rigor na coleta de dados, o que pode levar a “discrepância” na comparação nos dados entre os Estados.

A SSP acrescentou que até setembro de 2016, a Polícia Civil e Polícia Militar prenderam 5.244 pessoas em Aracaju e no interior, número recorde dos últimos anos. Para incremento no combate à insegurança, a pasta disse “apelar” para mudança na legislação penal, para que criminosos “cumpram sua pena integralmente pelos crimes violentos praticados”. Defendeu ainda maior participação do governo federal no enfrentamento da realidade.

Brasil – O número de assassinatos cometidos no País em 2015 caiu 1,2% em relação ao ano anterior após uma sequência de altas, de acordo com dados inéditos que serão divulgados em novembro pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Foram 58.383 crimes chamados de “violentos letais intencionais”, que engloba ocorrências como homicídio, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e vítimas de ações policiais, o que representa 160 vidas perdidas por dia. Especialistas consideram a variação como estagnação do dado e negam tendência de queda.

A queda na violência foi notada principalmente onde se desenvolve programas específicos de controle da criminalidade letal, segundo apontou o estudo. Destaque foi para Alagoas, líder tradicional do ranking, que conseguiu reduzir em 20% a taxa: de 64,1 para 50,8. Distrito Federal (-13%), Rio (-12,9%), São Paulo (-11,4%) e Espírito Santo (-10,7%) estão entre os que mais tiveram sucesso no enfrentamento ao crime. Na outra ponta, destaque negativo para o Rio Grande do Norte, com aumento de 39,1%, e também para Sergipe (18,2%), Roraima (15,9%) e Pernambuco (12,4%).

Com informações do Estado de São Paulo

 

Share Button
WWebsites

Leia Também

Homem é preso pela PF com 30 quilos de cocaína

Agentes da Polícia Federal (PF) prenderam na tarde desta sexta-feira, 14, na rodovia SE=170, em …