domingo, 19/05/2019
Início » Editorias » Negócios » Produção de petróleo em Sergipe cai 2,6% em setembro
Duplichaves
Produção de petróleo diminuiu no Estado Foto: ANP/Ascom

Produção de petróleo em Sergipe cai 2,6% em setembro

Publicado em 16 de novembro de 2016, 14:19

O Estado de Sergipe produziu 902,5 mil barris de petróleo em setembro deste ano, o que representa 2,6% a menos que  em agosto. No comparativo anual, com setembro de 2015, também houve uma retração de 12,1% na  produção. Os dados são da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), divulgados pelo Boletim Sergipe Econômico em parceria do Núcleo de Informações Econômicas (NIE) da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da Universidade Federal de Sergipe (UFS).

No acumulado do ano, a produção de petróleo em Sergipe ficou em 8,6 milhões de bep, um recuo de 10,7% em comparação com o mesmo período do ano anterior, quando a produção atingiu 9,6 milhões de bep.

Foram produzidos pouco mais de 239,5 mil bep em mar, apresentando recuo de 4,8% em comparação com o mês imediatamente anterior, agosto de 2016, e na comparação com o mesmo mês do ano anterior, a produção ficou 4,6% menor.

A produção em mar respondeu por 26,5% da produção total. Já a produção em terra, que responde pelos 73,5% restantes, ficou em aproximadamente 663 mil bep, resultando em uma redução de 1,7%, em comparação com o mês anterior (agosto/2016) e 14,5% menor que a produção do mês de setembro de 2015.

Gás –  A produção de gás natural, no mês de setembro de 2016, ficou em 506,5 mil bep, mostrando retração de 6%, na comparação com o mês imediatamente anterior, agosto último. Em comparação com setembro do ano passado, a produção apresentou um crescimento de 45,1%.

No acumulado do ano, a produção ultrapassou o montante 4,6 milhões de bep, crescimento de 10,5% quando comparado com o mesmo período do ano passado. A produção em Mar segue como a principal forma de exploração do gás natural em Sergipe, com uma produção de 475,6 mil bep, responsável por 93,9% do total produzido no estado. Enquanto a produção terrestre ficou em 30,8 mil bep, o que representou 6,1% da produção.

 

Leia Também

“Governo está quieto com relação a Sergas”, diz Dieese

O economista do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio Econômicos em Sergipe (Dieese), Luiz …