quinta-feira, 23/05/2019
Início » Editorias » Cidades » Procon pesquisa preço de material escolar
Duplichaves
Os fiscais do Procon estão atentos aos preços

Procon pesquisa preço de material escolar

Publicado em 5 de janeiro de 2019, 09:51

Com a aproximação do período de volta às aulas, a Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), por meio do Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de Aracaju (Procon Aracaju), realizou, nos dias 2 e 3 de janeiro, a pesquisa comparativa de preços de materiais escolares na capital sergipana. Além de monitorar os estabelecimentos comerciais, o levantamento procura oferecer referências de preço ao consumidor, já que, com a consulta prévia, é possível trazer mais responsabilidade às compras.

Visto que, no início do ano, o consumidor precisa conciliar uma série de despesas, o coordenador do Procon Aracaju, Igor Lopes, indica algumas formas de economizar durante as compras de materiais escolares.  “É sempre bom que o consumidor procure saber se há estabelecimentos que disponibilizem descontos para compras feitas em conjunto, além de reaproveitar materiais que não foram utilizados durante o ano anterior”, indicou.

O coordenador ressalta ainda que, em caso da não utilização total ou parcial de determinado item durante o ano letivo, a escola tem a obrigação de promover a devolução do mesmo ao aluno.

Durante a pesquisa, a equipe do Procon visitou oito diferentes estabelecimentos comerciais, nos quais foram verificados os preços de 36 tipos de itens de uso coletivo e individual, como lápis de cor, cartolina e jogos pedagógicos. Vale lembrar que a variação de preços constatada na pesquisa refere-se ao período em que a coleta de dados foi realizada. Portanto, é possível que, em virtude da data de compra, o consumidor venha a perceber alteração dos preços em questão por conta de possíveis de descontos, ofertas ou promoções.

O Procon informa que em hipótese alguma a pesquisa pode ser utilizada para fins publicitários. O órgão também reitera que lojas de uma mesma rede podem praticar preços diferenciados. Para esclarecimentos de dúvidas ou denúncias, o Procon Aracaju está disponível através do número 151.

Para registrar reclamações, na sede do órgão, o consumidor pode agendar o atendimento por meio do site procon.aracaju.se.gov.br, no link ‘agendamento online’, que irá disponibilizar um calendário com dias e horários disponíveis. O órgão está localizado na av. Barão de Maruim, nº 867, bairro São José, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. 

Confira a tabela comparativa de preços.

JOB Connect - Coworking e Escritório VirtualPowered by Rock Convert

Leia Também

É hoje a entrega do Prêmio Setransp de jornalismo

O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo de Aracaju (Setransp) faz, hoje, às 20 horas, …