segunda-feira, 25/03/2019
Início » Editorias » Segurança Pública » Polícia prende envolvidos no jogo Baleia Azul
Duplichaves

Polícia prende envolvidos no jogo Baleia Azul

Publicado em 18 de julho de 2017, 13:37

Os policiais civis de Sergipe e de mais oito Estados – num total de 20 municípios – fizeram hoje, 18, uma operação para cumprir 24 mandados de prisão e busca e apreensão contra suspeitos envolvidos no jogo Baleia Azul, que já levou vários jovens à morte. A operação, batizada de Aquarius, está sendo coordenada pela Polícia Civil do Rio de Janeiro.

Em Sergipe, os mandados foram cumpridos pela Delegacia Especial de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC) e Polícia Interestadual (Polinter), que procuraram um casal em dois endereços fornecidos pela Polícia Civil carioca. Um no bairro Jabotiana e outro no Luzia, mas ninguém foi preso. No entanto, o casal foi detido na cidade de São Paulo.

No Rio de Janeiro, já está preso Matheus Moura da Silva, 23 anos, encontrado no bairro Nova Era, em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense. “Nós já tínhamos materialidade suficiente para pedir a prisão dele. Ele já confessou que era curador, que tinha influenciado 30 vítimas, mas temos nos autos cerca de 40 vítimas”, destacou a delegada-assistente Fernanda Fernandes.

Os mandados foram expedidos pelo juiz Alexandre Abrahão, da 1ª Vara Criminal, e o objetivo é identificar e prender supostos “curadores” do jogo, que chegou a causar ferimentos em vítimas no Rio e tem ligação suspeita com casos no Mato Grosso e na Paraíba. Algumas vítimas, ao tentarem deixar o jogo, são ameaçadas por essas pessoas.

Além de Sergipe e Rio de Janeiro, a operação Aquarius aconteceu no Amazonas, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

Com informação do G1 Rio de Janeiro e EBC

Leia Também

Setransp registra o menor índice de assaltos: 85,95%

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp) registra o menor índice …