quarta-feira, 22/05/2019
Início » Editorias » Cidades » PM promove duas mulheres ao posto de coronel
Duplichaves
Governador em exercício, Belvialdo Chagas, participa de solenidade no CFAP em homenagem ao Dia do Soldado

PM promove duas mulheres ao posto de coronel

Publicado em 31 de agosto de 2015, 22:01

Pela primeira vez em 180 anos de existência, a Polícia Militar de Sergipe tem duas mulheres que alcançaram o posto de coronel:  Fátima Cristina Dias Arnaldo e Rita de Cássia Silvestre dos Santos, que foram promovidas, ontem, durante solenidade no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP) em comemoração ao Dia do Soldado, que contou com a presença do governador em exercício, Belivaldo Chagas.  Com 26 anos na corporação, a coronel Rita de Cássia, atualmente chefe da 4ª Seção do Estado Maior, disse que a promoção a deixou muito feliz.  Hoje a PM tem 400 mulheres em seus quadros.

“Demorou um pouco. Agradeço a Deus e vejo minha carreira sendo coroada”, afirmou a coronel que agora vai aguardar decisão do comando geral para saber quais funções assumirá de  agora em diante.  Tanto a coronel Rita  de Cássia como a coronel Cristina foram promovidas por merecimento, mas no caso de Cristina uma decisão judicial  garantiu sua chegada ao posto. Ela não compareceu à solenidade  no CFAP e, segundo  a PM, a ausência foi por problemas de saúde.

Coronel Rita de Cássia  é cumprimentada por Belivaldo Chagas
Coronel Rita de Cássia é cumprimentada por Belivaldo Chagas

Além  das duas coronéis, outros 17 oficiais foram promovidos pelos critérios de antiguidade, merecimento ou por decisão judicial. Entre os praças foram 191  promoções:  105 soldados passaram  a cabo; 77 cabos foram promovidos a terceiro sargento; nove segundo sargentos  passaram a ser primeiro sargentos. A PM também homenageou  os três melhores alunos do Curso de Habilitação de  Oficiais da Polícia Militar.

Reconhecimento –  Quatro militares que ficaram feridos em combate, passaram para reforma e hoje vivem em cadeiras de rodas, também foram homenageados por ato de bravura. Todos eles receberam novas cadeiras de roda.  Entre eles o cabo Jailton Batista Pereira, que foi ferido durante a tentativa de assassinato do  desembargador Luiz Mendonça, em 2010, na avenida Beira Mar. Na época, Luiz Mendonça era presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e hoje presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe.

O cabo Jailton, que foi reformado com os proventos de terceiro sargento, estava acompanhado a da esposa e da filha. A mulher dele, Eliane Santos de Jesus, afirmou que “consegue levar a vida dentro do normal o leva para passear e tudo. “Ele não interage mais, como nós estamos fazendo”, contou.

Investimentos  – Ao todo, 35 personalidades civis e militares foram homenageadas com a Medalha do Mérito Policial Militar, “que visa reconhecer e premiar militares, civis ou instituições que tenham prestado relevantes serviços à corporação”. Entre eles, estava  o médico Almir Santana, que “compartilha e homenagem com os colegas da Secretaria de Estado da Saúde”. Ele diz que esse reconhecimento o encoraja mais a trabalhar e que se sente honrado em receber a homenagem de uma  das instituições mais sérias do Estado”.

Entre os militares que receberam a Medalha do Mérito Policial Militar, três   pertencem a outras corporações:  tenente coronel da PM de Alagoas, Marcos Sampaio Lima, major da PM do Amazonas, Elias da Silva Correa, e o major da PM da Bahia,  André Luiz de Sales Bandeira.

Além das homenagens, o governador em exercício Belivaldo Chagas, fez a entrega simbólica  à PM de 6.900  conjuntos completos de uniforme, 718 coletes balísticos nível III, um investimento de R$ 2,6 milhões.

JOB Connect - Coworking e Escritório VirtualPowered by Rock Convert

Leia Também

É hoje a entrega do Prêmio Setransp de jornalismo

O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo de Aracaju (Setransp) faz, hoje, às 20 horas, …