sexta-feira, 19/07/2019
Início » Editorias » Política » PF prende o deputado federal eleito Valdevan 90
Rádio FecomercioPowered by Rock Convert
Valdevan é acusado de fraudes eleitorais e coação de testemunhas

PF prende o deputado federal eleito Valdevan 90

Publicado em 7 de dezembro de 2018, 19:28


A Polícia Federal (PF) prendeu preventivamente, hoje, 7, em Aracaju, o deputado federal eleito por Sergipe, Valdevan 90 (PSC), acusado de fraudar as prestações de contas e orientar os doares a respeito do que teriam que dizer, quando convocados para depor. Valdevan 90, presidente licenciado do Sindmotoristas, entidade que representa os motoristas e cobradores de ônibus da cidade de São Paulo, foi preso quando estava no restaurante Sal e Brasa. A PF chamou a operação de Extraneus e fez prisões em Aracaju, Estância e Taboão da Serra (SP).

O Ministério Público Federal em Sergipe  diz  que após o período eleitoral, foram registradas 85 doações, todas com o mesmo valor: R$ 1050, o que chamou a atenção do órgão.

As investigações da PF concluíram, também, que Valdevan tentava coagir testemunhas, a maioria delas beneficiárias do Bolsa Família.  Além disso, ele se utilizava de “laranjas” para simular diversas doações em favor da sua campanha, nela aportando valores cuja origem é desconhecida para o custeio de suas despesas. No curso das apurações, verificou-se a atuação dos envolvidos com o intuito de direcionar os relatos dos “laranjas” chamados a prestarem esclarecimentos, como forma de mascarar a realidade dos fatos.

Ao todo foram três mandados de busca e apreensão e dois de prisão preventiva. Contra os acusados recaem os crimes de do artigo do artigo 350, caput, do Código Eleitoral, sem prejuízo de novas imputações a serem verificadas na sequência das apurações. A operação policial foi assim denominada de Extraneus em alusão ao fato do investigado ter sido eleito por Sergipe, mesmo sem ligação domiciliar recente com o Estado, uma vez que, há muitos anos, é radicado em outra unidade da federação.

A prisão não significa a perda ou não do registro da candidatura, que vaia depender do Ministério Público Federal (MPF).

José Valdevan de Jesus Santos, o Valdevan 90, obteve 45.472 votos totalizados (4,55% dos votos válidos) nas eleições 2018. Ele é natural de Estância (SE), mas mora há 31 anos na cidade de Taboão da Serra, a 18 km da capital paulista, onde foi vereador por dois mandatos consecutivos (2004 e 2008). Foi eleito presidente do Sindicato dos Rodoviários de São Paulo, o qual faz parte desde 2000, para a gestão 2018 – 2023, mas afastou-se do cargo por conta das eleições para deputado.

Outro lado – Ao site Diário do Transporte, o assessor da presidência do Sindmotoristas, Romualdo Santos, disse no início da noite desta sexta-feira, 07, que Valdevan Noventa é alvo de perseguição política movida por candidatos que foram derrotados pelo sindicalista no pleito eleitoral.

Romualdo Santos ainda disse ao Diário do Transporte que não há prova contra o sindicalista. “É perseguição política. Não há prova robusta e Noventa foi convidado a ir à PF. As acusações não são verdadeiras. Noventa é idôneo” – declarou Santos.

Noventa fica como presidente do Sindmotoristas de São Paulo até o final do ano, quando será nomeado um substituto.  Atualmente, o sindicalista está licenciado do cargo.

JOB Connect - Coworking e Escritório VirtualPowered by Rock Convert

Leia Também

Belivaldo quer encontrar solução para pagamento de PMs reformados

O governador Belivaldo Chagas disse durante o programa Papo Reto, realizado nesta terça-feira(16), que recebeu …