terça-feira, 21/11/2017
Início » Colunistas » Antônio Carlos Garcia » Operação policial prende 15 pessoas
Os presos na  operação de hoje
Foto: SSP/BA
Os presos na operação de hoje Foto: SSP/BA

Operação policial prende 15 pessoas

Share Button

As Polícias Civil de Sergipe e Bahia prenderam hoje, 18, 15 pessoas, apreenderam 10 quilos de maconha, 300 trouxas (também de maconha), oito papelotes de cocaína, uma arma e 11 celulares, durante  uma operação, nas cidades de Aracaju, São Cristóvão, Indiaroba e Rio Real, na Bahia.

A quadrilha era especializada no tráfico de drogas interestadual. A ação em Sergipe contou com o apoio do Grupo Especial de Repressão e Busca (Gerb). A investigação começou há 10 meses e foi feita pela Delegacia de Rio Real.

Os crimes estavam relacionados à disputa territorial pelo tráfico de drogas e os crimes correlatos, a exemplo dos mais de 20 homicídios praticados com requintes de crueldade, que tinham como propósito manter a hegemonia na venda das drogas. Na lista de crimes ainda são apontadas outras tipificações como roubos, torturas, sequestros e extorsões.

Em Aracaju foram presos o líder do grupo, André Luiz Conceição Ferreira, que já estava detido no Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copemcan) e de lá coordenava os demais comparsas.

Segundo o delegado baiano, Jobson Lucas Marques, que comandou a operação, mesmo preso André Luiz comandava o grupo com o auxílio de sua companheira Iraildes Santos de Sá, que ditava as diretrizes do bando, como distribuição da droga e eliminação de rivais.

No cumprimento do mandado de prisão no Copemcan, após revista no xadrez, ainda foram localizados diversos objetos ilícitos, entre eles celulares.

 “Além do líder, foram presos na cidade de Indiaroba, Luiz Alex Sá Santos, conhecido como ‘Alex Neguinho’, braço armado da organização e responsável pela distribuição das drogas, armas e recolhimento do lucro da venda dos entorpecentes, além de dar as ordens para execução de rivais. E Jossilene dos Santos de Souza, conhecida como ‘Kikia’, relata o diretor do Gerb, Ricardo Pereira.

A operação contou com a participação das equipes das delegacias territoriais (DTs) de Rio Real, Catu, Olindina, Itapicuru, Esplanada, Aporá, Acajutiba, das delegacias de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) de Alagoinhas e Feira de Santana, da Coordenação de Apoio Técnico à Investigação (CATI), do Departamento de Polícia do Interior (Depin), do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), da Coordenação de Operações Especiais (COE), das 1ª e 2ª Coorpins, de Feira e Alagoinhas, respectivamente, Polinter, Serviço de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública (SSP/BA).

Além das pessoas em Sergipe, também foram presos:  Francisco Alves Santos Junior “Siriguete”; Igor Souza “Gordo”; Tailan Souza Cardoso “Pezão”; Ricardo dos Santos Maciel; Renilton dos Santos Moura “Cheiro”; Enrique Caio Oliveira Santos “Tchuk”; Luiz Alex Sá Santos “Alex  Neguinho”; Adson Góes da Paixão; Ricardo Paulo Melo de Oliveira “Ricardo do Brega”; Jânio de Jesus Rosa; Eunice Felícia dos Santos; Aleci dos Santos Vieira; Rosilange Carvalho Santos; Jossilene dos Santos De Souza; Clécia dos Santos Vieira, além dos anteriormente presos Icaro Nunes Dos Santos “Zumbi”; Cristiano Santos Silva “Barriga”; Carlos Alexandre Santos Gois “Serrote”; Adriano Souza Santos e Gleidson Santos Brito “Formiga”.

 

 

Share Button
WWebsites

Leia Também

Ilustração: Rildo Bezerra

Teje preso, teje solto!!

Em Sergipe, um policial militar deu voz de prisão a um inocente cavalo por ter ...

Deixe uma resposta