terça-feira, 19/02/2019
Início » Editorias » Negócios » O superávit da balança comercial ficou acima dos US$ 3 milhões
Duplichaves
Fonte: SISCOMEX Elaboração: NIE/FIES

O superávit da balança comercial ficou acima dos US$ 3 milhões

Publicado em 8 de outubro de 2015, 00:07

Análise realizada pelo Centro Internacional de Negócios – CIN/SE da FIES, com base nos dados do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), observou que as exportações sergipanas somaram US$ 13,2 milhões, em setembro, enquanto as importações sergipanas somaram US$ 10,1 milhões. Com este resultado, a balança comercial fechou com superávit (saldo positivo) superior a US$ 3 milhões, no mês analisado. Com este resultado, a Balança Comercial fecha o segundo mês com saldo positivo. No ano (de janeiro a setembro), o montante exportado somou US$ 65,5 milhões, estando 11,8% maior que o total vendido no mesmo período de 2014. As importações, cujo total foi US$ 161,1 milhões, estão menores, nesta mesma análise, com redução de 15,8%, resultante, em certa medida, do aumento do Dólar.

O grande destaque das exportações de Sergipe, este ano (até o mês de setembro), foi a venda de sucos de laranja congelado, principal produto vendido pelo estado, que respondeu por 55,4% do montante exportado. Outros sucos de abacaxi contribuiu com 8% das vendas externas, sendo o segundo item mais vendido. Nos primeiros nove meses do ano, Sergipe vendeu 82 produtos ao exterior, estando entre eles: calçados, açúcar e outros óleos essenciais de laranja.

No tocante às importações do estado, de janeiro a setembro de 2015, podem-se destacar as compras do Diidrogeno-ortofosfato de amônio, cujas importações foram 22,9% menores quando comparada ao mesmo período de 2014. Seguem entre os principais produtos adquiridos por Sergipe: otrigo, o Coque de petróleo, o Sulfato de amônio e Maquinas para fabricação de recipientes de vidros. Estes cinco itens responderam por 43,6% do total das compras sergipanas no exterior, no período analisado.

Na análise por países de destino dos produtos sergipanos, o grande destaque, de janeiro a setembro desse ano, foram as vendas para os Países Baixos (Holanda), responsável por mais da metade (59%) do total exportado pelo estado e principal comprador do suco de outros cítricos e do suco de laranja sergipano. Os Países Baixos elevaram suas compras de produtos sergipanos em 31%, em relação ao mesmo período de 2014. Outros países, como Estados Unidos e Colômbia, também compraram mais itens do estado. Com relação aos fornecedores, os principais países de origem das compras estaduais, no período analisado, foram Marrocos, Estados Unidos, China, Argentina e Alemanha.

Share Button
WWebsites

Leia Também

Audiência pública discutirá fechamento de matadouros

O deputado estadual Georgeo Passos, Rede, faz, nesta terça-feira, às 9h30, no plenário da Assembleia …