sábado, 20/10/2018
Início » Editorias » Política » Governador cobra definição de data para funcionamento do Centro de Nefrologia
Duplichaves
Logo mais às 17 horas, o governador Belivaldo Chagas se reúne com o secretário Almeida Lima em busca de explicações Foto: Jorge Henrique

Governador cobra definição de data para funcionamento do Centro de Nefrologia

Share Button

O governador Belivaldo Chagas visitou, na manhã desta segunda-feira (09), o Hospital de Urgência de Sergipe(Huse) para verificar a situação do Centro de Nefrologia. Belivaldo aproveitou para averiguar a situação de outros setores do maior hospital público de Sergipe e cobrou melhorias, um serviço mais humano no atendimento, assim como uma data especificar para o efetivo funcionamento da Nefrologia.

“Na semana passada, tivemos dois eventos em um mesmo dia. Após a inauguração, a nova unidade de Radioterapia está funcionando bem, o que é um grande serviço prestado à população com a reivindicação de muito tempo, na qual o governador Jackson Barreto e o secretário Almeida Lima fizeram de tudo para fazer acontecer e agora está acontecendo. No mesmo dia, houve a visita ao Centro de Nefrologia, que foi dado como inaugurado, mas,como constatei hoje in loco, ainda não está funcionando. Houve um equívoco, pois quando fazemos a entrega, as pessoas entendem que o serviço será em seguida disponibilizado, o que é normal. Por isso, naquela ocasião, se não estava pronto para funcionar, deveria ser tratado como visita e não inauguração. O que quero agora é uma data efetiva de quando vai começar a funcionar. Quero retornar aqui logo, não para inaugurar, mas para ver as pessoas sendo atendidas”, afirmou Belivaldo Chagas.

Ele também visitou os outros setores do Huse.“Fui a diversos leitos e não gostei do que vi. Alguns podem até dizer que eu não tenho conhecimento de causa, que digam. Um paciente, por exemplo, aguardar três meses para marcar uma cirurgia, isso é desumano. Fiquei chocado e não teria como não ficar, porque tenho coração. Estou cansado de ouvir que isso será resolvido e tudo continuar igual. Convocarei uma reunião com o secretário para que ele me explique porque nós ainda estamos nessa situação e saber o que está previsto para acabar com isso que eu vi aqui hoje. Hospital não é hotel, os pacientes não podem passar tanto tempo aqui aguardando atendimento. Fiz questão de estar aqui para ver e sentir de perto. Claro que, em parte, entendemos, compreendemos que há um grande movimento e percebemos que há um alto número de atendimentos médicos, ouvimos pessoas elogiando as refeições, que não falta medicamento em determinada área. Também precisamos exaltar o esforço dos servidores, a dedicação e o muito que é feito aqui, a equipe do hospital tem dado tudo de si”, desabafou o governador.

Belivaldo reafirmou que a Saúde e a Segurança serão prioridades na sua gestão. “Não vou me omitir, o preço da omissão é alto. Retornarei ainda esta semana para verificar se as situações mais urgentes foram providenciadas. E voltarei outras semanas, porque, desde o momento que assumi, disse que tenho preocupação do governo como um todo, mas a Saúde e a Segurança são prioridades. Pretendo saber o que pode ser feito. Não estou dizendo que vou resolver, mas vou dar tudo de mim para fazer o melhor, assim que não pode continuar. Sei que os esforços são enormes e muito está sendo feito, mas quero acelerar. Prefiro acelerar os atendimentos dos hospitais do que as obras. Se está faltando recurso, paremos a obra e vamos atender as pessoas. Quero conhecer o relatório do secretário Almeida Lima, quais são as obras que estão em andamento, quais são os custos , porque precisamos priorizar é isso aqui, o atendimento”.

O governador ainda afirmou que buscará o esforço conjunto com os demais entes responsáveis pela assistência na rede pública. “Vamos chamar todos à responsabilidade, porque nem tudo é responsabilidade do Estado. Há obrigações também dos municípios, mas, independentemente disso, o Huse é uma unidade porta aberta e o que quero é diminuir o sofrimento dessas pessoas”

Segundo Belivaldo, este é seu jeito de trabalhar. “Esse é meu estilo, visitarei os órgãos, secretarias e unidades do Estado, foi assim quando fui secretário da Educação, para verificar o que está acontecendo e buscar soluções. Tentar fazer o melhor possível, o máximo possível”.

Share Button
WWebsites

Leia Também

Pesquisa Ibope: Belivado, 58%; Valadares, 42%

O candidato a governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD) tem 58% das intenções de voto, …