segunda-feira, 23/09/2019
Início » Editorias » Negócios » Fecomércio debate mercado internacional
Rádio FecomercioPowered by Rock Convert
O encontro reuniu diversos empresários sergipanos Fotos: André Moreira

Fecomércio debate mercado internacional

Compartilhe:

Facilitar os negócios entre empresários sergipanos e chineses. Este foi o objetivo do I Encontro de Internacionalização Exterior do Estado de Sergipe (EICOMEX-SE) promovido, hoje, 29,  pela Federação do Comércio de Sergipe (Fecomércio). Entre as palestrantes estava a empresária Daniela Sena, 26 anos, que desde 2010 trocou Aracaju pela China e atua, justamente, auxiliando chineses e brasileiros que querem negociar.

Daniela Sena faz o intercâmbio entre brasileiros e chineses
Daniela Sena faz o intercâmbio entre brasileiros e chineses

Em sua palestra, ela mostrou que atualmente, na China, há uma demanda muito grande por alimentos. “Já temos brasileiros exportando massas, carnes, sucos e até algo exótico como órgãos genitais de bode e pés de galinha”, disse.  Há dois meses no Brasil, Daniela teve contato com representantes de empresas sergipanas interessadas em fazer negócios com a China, para onde ela retorna na próxima semana.

Entre eles está o setor de cópias e ferro, além de tecidos. “Temos pessoas de Tobias Barreto interessadas, assim como em Caruaru (PE) e estamos com discutindo exportação de mel, comentou.

Segundo Daniela, antes do empresário viajar para China é necessário ter um planejamento do negócio que vai propor e onde quer ir. Ele terá que saber como dialogar com os chineses, verificar a legislação local para importação e exportação. Normalmente, a ida de missões estrangeiras para a China ocorre durante as feiras que são realizadas anualmente. Além de Sergipe, ela esteve em Recife, Paraíba e São Paulo prospectando negócios para empresas brasileiras que queriam exportar ou importar.

Ao dar boas-vindas aos empresários que participaram do encontro, o presidente da Fecomércio, Laércio Oliveira, destacou o trabalho que vem sendo feito por Daniela Sena, que fala fluentemente, mandarim, inglês e espanhol. “O escritório dela na China é nosso elo de ligação”, afirmou Laércio. Ele diz que antes não se interessava por comércio exterior, ressaltou que com o mundo globalizado, hoje, é possível expandir os negócios e buscar o crescimento.

O empresário Marcos Andrade, conselheiro do Fecomércio, já participou de uma missão na China e disse que a experiência foi muito boa. Em outubro do ano passado, ele e outros 58 empresários participaram da China Import and Export Fair Complex, na cidade de Gaungazhou, no Cantão.

JOB Connect - Coworking e Escritório VirtualPowered by Rock Convert
Compartilhe:

Leia Também

O Aracaju Parque Shopping agora é uma realidade

“O Aracaju Parque Shopping agora é uma realidade”. É o que diz, com orgulho, o …

WhatsApp chat