sábado, 20/10/2018
Início » Colunistas » Antônio Carlos Garcia » Experimente mudar
Duplichaves
Ilustração Rildo Bezerra

Experimente mudar

Share Button

O ano de 2018 tem tudo para ser extremamente promissor. Não por causa da emoção que cada nova etapa da vida causa a todos, mas pela oportunidade que surge de passar o Brasil a limpo e fazer um novo fim. Basta, somente, que o povo queira. Depois de vermos a Lava Jato desvendar todo esquema de corrupção que envolve a maioria dos políticos brasileiros, é hora de mudarmos tudo. O Brasil precisa de um choque de gestão urgentemente e somente quem pode fazer isso é o povo através do voto.

O ano de 2017 terminou com fatos inverossímeis perpetrados pelo oportunista presidente Michel Temer que, de canetada, queria indultar toda uma corriola de corruptos que vilipendiou os cofres públicos. Felizmente, há, ainda que trôpego, um Supremo Tribunal Federal (STF) para barrar essa bizarrice e dizer, mesmo cambaleante, que o crime não compensa.

Embora o povo brasileiro só seja patriota de quatro em quatro anos durante a Copa do Mundo, nada mais justo que comece o exercício de civismo hoje, agora, até que cheguem as eleições em outubro. Ninguém se abalou de forma expressiva contra a Reforma Trabalhista, que já começa a mostrar as mazelas, e nem tão pouco contra a Reforma de Previdência, cuja a votação se avizinha. Ainda há tempo de mudar a história.

Que 2018 seja o ano de esquecer dogmas. Que os esquerdopatas e lulopetistas se convençam de que fora de Lula há salvação. Que os incautos batedores de panela, que tanto achincalharam Dilma e exaltaram o Temer, se revoltem contra as mazelas praticadas por ele.

É preciso entender que na atual conjuntura política, ninguém se salva. O povo deveria estar unido para ir lutar nas ruas para colocar todos, indistintamente, na cadeia. Seja Lula, Aécio, Temer, enfim, que ninguém escape e que povo, dono do poder, faça valer a sua força. Se os direitos são iguais para o povão, porque não podem ser também para essa corja?

De hoje até outubro, observe, vá para rua protestar contra político corrupto, com a mesma força que vai torcer pelo Brasil na Copa do Mundo. Se o Brasil for campeão na Rússia, o que você vai ganhar com isso? Provavelmente, dor de cabeça por ter bebido um pouco a mais, um feriado, e depois tudo volta ao normal. Você vai continuar com suas dívidas e nada vai mudar.

Mas, se você for para rua lutar por um Brasil mais justo, não eleger um corrupto no seu Estado e país, seus ganhos poderão ser significativos.

O primeiro ganho verás em você mesmo. Você mudou. E isso é o maior importante.

Pense. Experimente mudar!!

 

Share Button
WWebsites

Leia Também

Equipe do Confiança sub 20 estreia na Copa do Nordeste

Neste sábado, 20, a categoria do sub 20 do Confiança fará sua estreia na Copa …