terça-feira, 17/09/2019
Início » Editorias » Política » “Estava claro que os golpistas venceriam”, diz Rogério Carvalho
Rádio FecomercioPowered by Rock Convert
Rogério Carvalho é presidente estadual do PT em Sergipe

“Estava claro que os golpistas venceriam”, diz Rogério Carvalho

Compartilhe:

Por Rogério Carvalho

Presidente do PT em Sergipe

Igualmente a todos os brasileiros, é com pesar que acompanho a situação na qual o País se encontra. Essa realidade, nada mais é do que a consequência de um claro desrespeito à Democracia. O que poderíamos esperar de uma nação que elege uma presidenta de forma legítima, mas cujos derrotados organizam um movimento e tramam a sua queda? Esse processo de derrubada se deu à custa do agravamento da crise econômica – patrocinada pelos perdedores -, e da paralisia do Brasil.

Em meio a esse ciclo, para justificar a retirada da presidenta Dilma, entramos em um processo de desmobilização da economia. Dois anos após o início da crise, continuamos no fundo do poço, sem sinais reais e sustentáveis da volta do crescimento da economia, da redução do desemprego nem das possibilidades do País de atender às necessidades da população mais carente.

Outra questão é que a tomada do poder, da forma como foi urdida e por quem foi urdida, não podia ter consequências diferentes. A única intenção dos golpistas era se apropriar do País e servir a um segmento único da sociedade. O grupo, que é representado por Michel Temer, Eduardo Cunha, Aécio Neves e todos os que estão ao lado deles, possui um único e claro interesse: ter o Brasil para si, tal qual uma propriedade pessoal.

Basta ver o que eles fizeram com a distribuição de recursos do Governo Federal para evitar que Temer fosse processado pelo Supremo Tribunal Federal. A quantidade de dinheiro que empenharam e, na sequência, o festival de aumento de impostos que se sucedeu, a fim de cobrir o rombo do uso dos recursos públicos deixa claro que essas pessoas deram um golpe, fazendo do País um instrumento dos seus mais mesquinhos interesses pessoais.

Presenciamos, nessa quarta-feira, 02, uma votação para a qual já sabíamos o resultado. Estava claro que o golpe venceria, visto que os deputados foram comprados e assim o foram com o sacrifício dos brasileiros, seja com o aumento da gasolina, com a redução de recursos para a saúde e para a educação, com a PEC 95 – que estabelece teto de gastos e vai fragilizar toda a rede de proteção social do Brasil. Ou seja, eles pegaram o dinheiro para se manter no poder e para atender aos interesses de setores do mercado que os patrocinaram, dando apoio para que dessem mais esse golpe de Estado no Brasil.

 

Compartilhe:

Leia Também

STF afasta Valmir Monteiro, definitivamente, da Prefeitura de Lagarto

O prefeito de Lagarto, Valmir Monteiro, foi afastado definitivamente do cargo por decisão do Supremo …

WhatsApp chat