sábado, 20/10/2018
Início » Editorias » Cidades » Energisa e Senai vão formar 440 técnicos e eletricistas
Duplichaves
Energisa e Senai vão formar mais profissionais Foto: Ascom\Energisa

Energisa e Senai vão formar 440 técnicos e eletricistas

Share Button

O Grupo Energisa e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) firmaram uma parceria com a unidade de Aracaju e outras quatro capitais e vai investir R$ 2 milhões no projeto Escola de Energia. O objetivo é  qualificar 440 estudantes para que sejam técnico e eletricistas, preparando-os para o mercado de trabalho no setor de energia.

Além de Aracaju,  curso, que tem duração de um ano, será feito João Pessoa (PB), Campina Grande (PB), Cuiabá (MT) e Palmas (TO). As inscrições já estão abertas e as primeiras turmas terão início no dia 29 de outubro.

No caso de Aracaju, as informações sobre os cursos, valores e critérios para participação podem ser obtidas no próprio Senai, pelo telefone 3226-7223. É possível conferir também os cursos oferecidos com formação em nível técnico.

Para Daniele Salomão, diretora de Gestão de Pessoas e Comunicação da Energisa, o projeto é muito importante para o mercado como um todo. “O setor de energia elétrica no Brasil é muito promissor, fundamental e estratégico para assegurar o desenvolvimento econômico do país. Por isso, é essencial termos profissionais cada vez mais qualificados e preparados para o mercado. Esse projeto mostra o compromisso da Energisa com o a busca de excelência, que parte de dentro do Grupo para fora agora”, diz.

A iniciativa prevê dois momentos: a Energisa será responsável pela ampliação dos laboratórios do Senai e fará um alinhamento disciplinar dentro dos cursos. Na primeira etapa, já em andamento desde o fim de 2017, foi realizado um diagnóstico para a adequação dos laboratórios. Desde então, a empresa iniciou a doação de novos equipamentos e tecnologias, como aparelhos de realidade virtual, para as unidades que receberão as aulas de qualificação. O objetivo é contribuir para potencializar a formação dos alunos e adaptar a realidade prática dos cursos às atuais demandas tecnológicas do setor elétrico.

Depois, em uma segunda fase, será realizado um alinhamento disciplinar do conteúdo das aulas. A ideia é compartilhar o know-how técnico da Energisa e avançar a curva do aprendizado dentro dos cursos. Para isso, a empresa organizou reuniões com os professores do Senai que estarão responsáveis por passar adiante o conhecimento compartilhado. Além disso, a companhia vai contribuir com os materiais didáticos que serão usados no período.

Share Button
WWebsites

Leia Também

SSP procura bandidos que roubaram arma de PM

A Secretaria de Segurança Pública informou hoje,19, que a Polícia Civil já sabe quem  foram …