sexta-feira, 24/05/2019
Início » Editorias » Negócios » Empresários sergipanos vão para China
Duplichaves
Guangzhou, no sul da China, é a terceira maior cidade do país

Empresários sergipanos vão para China

Publicado em 10 de outubro de 2015, 10:34

Emanoel Silveira vai liderar a missão sergipana na China Foto: Jorge Henrique
Emanoel Silveira vai liderar a missão sergipana na China
Fotos: Jorge Henrique

Uma missão com  60 pessoas – 59 empresários e o diretor superintendente do Sebrae em Sergipe, Emanoel Silveira Sobral –  segue  hoje para a China, onde ficará até o dia 21, para participar da China Import and Export Fair Complex, na cidade de  Guangazhou, conhecida como Feira do Cantão. Essa é uma feira multisetorial e será uma oportunidade do empresariado sergipano fazer negócios e parcerias com os chineses.

Emanoel Sobral explicou que a ideia de ir para o evento atende a uma demanda dos próprios empresários. Inicialmente iriam 20 pessoas, mas a procura foi crescendo e ele decidiu fechar um número de 59 pessoas. Os empresários assumiram o custo de participação – somente para viagem e hospedagem, R$ 32 mil por pessoa. Com eles, seguem quatro representantes do Sebrae e um da Federação das Indústrias de Sergipe, com o apoio da China Trade Center.

Marcos Pinheiro é um dos empresário que vai para China

Dentre os empresários que embarcam para China, está Marcos Pinheiro, do ramo de segurança. “Vou  em busca de  tecnologia, insumos para meu setor. Vamos observar, também, as possibilidades de novos investimentos”, disse Marcos que está bastante animado  com a viagem. Ele preparou um material em mandarim sobre a sua empresa para apresentar aos empresários chineses.

A apresentação da Pinheiro Vigilância em mandarim
A apresentação da Pinheiro Vigilância em mandarim

Fases –  Marcos e demais empresários estarão na primeira fase da feira (de um total de três), de 15 a 19, destinada a expositores dos segmentos eletrônico e eletrodomésticos, elétrica, equipamentos de iluminação, veículos a autopeças, máquinas, ferragens e ferramentas, materiais de construção e produtos químicos.

A segunda, de 23 a 27 deste mês,  terá mesa e cozinha, cerâmica, decoração, artesanato, móveis, jardinagem, pedra e aço, higiene pessoal, relógios e óculos, artigos para festa, brinquedos e presentes.

A terceira será de 31 de outubro a 4 de novembro, para os segmentos de vestuários em geral e roupas íntimas, couro e plumagem, acessórios de moda, tecidos, carpetes, tapeçarias, alimentos, equipamentos médicos, medicamentos e produtos para saúde, curativos, produtos esportivos, viagem e lazer, produtos para escritório, calçados, malas e bolsas.

A Feira de Importação e Exportação da China, também conhecida como Feira de Cantão, foi fundada na primavera de 1957. Ela acontece todos os anos na primavera e no outono há 53 anos. É no momento a maior feira comercial, a de mais alto nível e com o melhor resultado em operações na China.

Na última terça-feira, empresários participaram de uma reunião no Sebrae, quando receberam todo material de apoio para viagem. Eles apostam em bons negócios e no aproveitamento  de oportunidades que são apresentadas num evento desse porte. A Feira de Cantão será em três pavilhões e uma área de 1,16 milhões de metros quadrados, 16 vezes maior que o Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo. Neste evento, estarão 25 mil expositores.

Leia Também

SergipeTec faz workshop para empreendedores digitais

Quer aprender a ganhar dinheiro nas redes sociais? Se a resposta for sim, você não …