sábado, 24/02/2018
Início » Editorias » Negócios » DNIT vai duplicar a 235 e atender reivindicação de empresários de Itabaiana
Nesse trecho da BR-235, em Itabaiana, há muitos acidentes com vítimas fatais

DNIT vai duplicar a 235 e atender reivindicação de empresários de Itabaiana

Share Button
Givaldo Marcelino com Gustavo Adolfo, do DNIT

A Superintendência do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (DNIT) em Sergipe iniciou os estudos para duplicação dos 114 quilômetros da BR-235 no Estado e atenderá, o mais rápido possível,  uma reivindicação dos empresários do município de Itabaiana, que desejam a implantação na rodovia de algum redutor de velocidade ou lombada para evitar acidentes,  próximo ao Distrito Industrial do município. Essas informações foram dadas hoje, 7, pelo superintendente do DNIT, Gustavo Adolfo Andrade de Sá, que no final da tarde da terça-feira, recebeu o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Itabaiana, Givaldo Marcelino dos Santos, para tratar do assunto.

“Mandei o pessoal analisar a situação. Mas asseguro que vamos fazer o que a equipe técnica do DNIT decidir. Se for uma lombada ou se for redutor nós colocaremos. Vamos atendê-los de qualquer maneira”, garantiu Gustavo. O trecho que requer mais cuidados, segundo Givaldo Marcelino, é no perímetro do Distrito Industrial de Itabaiana, via de acesso ao povoado Carrilho.

Independente da solução que vier a ser tomada na rodovia, o superintendente do DNIT acrescentou que a licitação para duplicação dos 114 quilômetros da BR-235, partindo de Aracaju, será feita ainda este ano. Até final de março ou abril, o DNIT já deverá ter concluído o Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA).

Documento – No dia 9 de janeiro deste ano, Givaldo Marcelino protocolou um requerimento à superintendência do DNIT, com 200 assinaturas de empresários e moradores da região, solicitando apoio ao órgão federal para que tome uma medida para evitar os constantes acidentes no trecho.

Numa parte do documento, Givaldo Marcelino alerta que, em virtude do Distrito Industrial e das proximidades do povoado Carrilho, há um grande movimento e, por isso, nos últimos dois anos, os acidentes, inclusive com vítimas fatais, tem sido constantes.  “Entendemos que a solicitação diminuirá o risco de acidentes com vítimas que tem acontecido nesse trecho da rodovia federal 235”, diz o requerimento.

 

Share Button
WWebsites

Leia Também

Número de idosos em Sergipe subiu 12,4% em 23 anos

O número de pessoas aposentadas tem crescido em Sergipe. Em 23 anos, a participação de …

Deixe uma resposta