sábado, 18/11/2017
Início » Editorias » Cidades » Deputados estaduais visitam IML
Secretário de Segurança, João Batista, recebe deputados da Frente Parlamentar em Defesa das Mulheres
Secretário de Segurança, João Batista, recebe deputados da Frente Parlamentar em Defesa das Mulheres

Deputados estaduais visitam IML

Share Button

Falta de profissionais suficientes para prestar um melhor atendimento às mulheres que precisam do Instituto Médico Legal (IML). Esse foi principal problema encontrado pelos deputados estaduais que compõem a Frente Parlamentar dos Direitos da Mulher que hoje, 4, visitaram o IML para conhecer a situação estrutural da unidade e propor melhorias. Essa é a segunda visita que a Frene faz órgãos de atendimento às mulheres em situação de risco. A primeira aconteceu na Delegacia de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV).

Os deputados vão elaborar um relatório para entregar ao governador Jackson Barreto, mostrando como encontraram, não só a estrutura do IML, mas de outros setores visitados e proporão melhorias. No caso do IML, além do aumento no número de enfermeiras, foi sugerido que o atendimento à mulheres vítimas de violência, feito na Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MSNL), seja transferido para o IML. “É preciso acabar com esse vai e vem”, sugeriu a deputada Goretti Reis, presidente da Frente. Ela também lamentou a inexistência de dados estatísticos sobre violência contra a mulher no instituto.

Pouco antes de visitar as dependências do IML – o qual a imprensa não teve acesso -, os deputados foram recebidos pelo secretário de Segurança Pública, João Batista dos Santos Júnior. “Essa iniciativa é excelente, principalmente pela preocupação desses parlamentares em querer unir esforços no sentido de aperfeiçoar os serviços ofertados pelo IML em prol do atendimento dessas mulheres vítimas de violência. É sempre muito importante ouvir os anseios, para que possamos buscar aperfeiçoar cada vez mais os trabalhos. Sabemos que existem limitações que teremos que vencer, mas a nossa ideia é melhorar cada vez mais os serviços”, disse.

Já a deputada Maria Mendonça (PP) defendeu que o Governo do Estado convoque os demais médicos legistas, aprovados no último concurso público, para suprir as necessidades do Instituto Médico Legal (IML) de Sergipe. “Dos 15 aprovados, só cinco foram chamados. Esse déficit gera dificuldade para a própria estrutura e para os que necessitam de atendimento”, disse. “Defesa dessa reivindicação deve ser do Poder Legislativo como um todo”, completou.

Além do IML, os deputados foram também ao Tribunal de Justiça para conhecer a Coordenadoria da Mulher. A visita que estava marcada para ontem, a Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, foi transferida para a sexta-feira.

“Ao final, será elaborado um relatório de tudo o que vimos e a Frente o encaminhará ao Governo do Estado para que medidas sejam adotadas, no sentido de oferecer melhor condição às mulheres que necessitam de atendimento”, destacou Maria.

Share Button
WWebsites

Leia Também

conab

Pequenos agricultores sergipanos recebem R$ 738, 3 mil da Conab

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) está investindo R$ 738,3 mil em sete novos contratos ...

Deixe uma resposta