segunda-feira, 22/10/2018
Início » Política nacional » Caminhoneiros bloqueiam BR-101 em Sergipe
Duplichaves
BR 101, em Cedro de São João, bloqueada FOTO: PRF

Caminhoneiros bloqueiam BR-101 em Sergipe

Share Button

Dois trechos da BR-101 em Sergipe estão interditados pelos motoristas de caminhão. Um no km 77, próximo ao povoado de Pedra Branca, em adesão à manifestação que vem ocorrendo em vários Estados em virtude do preço do  óleo diesel. O outro, no km 8, em Cedro de São João, no Baixo São Francisco, por causa do fechamento de um matadouro do município. A Polícia Rodoviária Federal está monitorando os dois protestos.

De acordo com a Central Sindical e Popular (CSP-Conlutas), há cerca de 200 caminhões parados em postos e acostamentos da rodovia, em Pedra Branca.   Há também motoristas bloqueando o acesso ao Porto de Sergipe, no povoado Jatobá, município de Barra dos Coqueiros. Eles prometem permanecer no local em protesto contra a alta do preço do diesel, que sofreu alteração hoje de 0,97%, e do valor do frete, que é de R$13 por tonelada transportada.

A paralisação dos caminhoneiros já começou a afetar alguns serviços em Aracaju. Hoje pela manhã, a Emsurb (Empresa Municipal de Serviços Urbanos)  divulgou uma nota se desculpando pelo atraso no recolhimento do lixo e afirmando que isso ocorre em virtude do bloqueio na BR-101, no trecho que dá acesso a Rosário do Catete, onde está localizado o aterro sanitário. A Emsurb ressalta que acompanha atenta as alternativas criadas pela Empresa Estre, responsável pelo transporte dos resíduos sólidos ao aterro, para retomar a normalidade do serviço.

Redução – A Petrobras anunciou hoje (23), pelo segundo dia consecutivo, redução nos preços da gasolina e do diesel em suas refinarias. A partir de amanhã (24), o preço da gasolina cairá 0,62% e custará R$ 2,0306 o litro. O preço do diesel terá redução de 1,15% e passará a custar R$ 2,3083, de acordo com a estatal.

Em dois dias, as quedas acumuladas chegam a 2,69% para a gasolina e a 2,67% para o diesel. Apesar disso, a gasolina acumula altas de 12,95%, em maio, e de 16,76% em um mês. O diesel soma aumentos de 9,34%, em maio, e de 15,16% em um mês.

O alto valor do preço do combustível é o principal motivo para a manifestação nacional dos caminhoneiros, que começou no final da noite de domingo (20).

Com informações da EBC

Share Button
WWebsites

Leia Também

Homem invade prédio da PF é preso, mas Justiça Federal solta

A Polícia Federal prendeu, na madrugada de sábado para domingo, o ex-presidiário Wellington Santos Mota, …