sábado, 23/06/2018
Início » Política nacional » Caminhoneiros bloqueiam BR-101 em Sergipe
BR 101, em Cedro de São João, bloqueada FOTO: PRF

Caminhoneiros bloqueiam BR-101 em Sergipe

Share Button

Dois trechos da BR-101 em Sergipe estão interditados pelos motoristas de caminhão. Um no km 77, próximo ao povoado de Pedra Branca, em adesão à manifestação que vem ocorrendo em vários Estados em virtude do preço do  óleo diesel. O outro, no km 8, em Cedro de São João, no Baixo São Francisco, por causa do fechamento de um matadouro do município. A Polícia Rodoviária Federal está monitorando os dois protestos.

De acordo com a Central Sindical e Popular (CSP-Conlutas), há cerca de 200 caminhões parados em postos e acostamentos da rodovia, em Pedra Branca.   Há também motoristas bloqueando o acesso ao Porto de Sergipe, no povoado Jatobá, município de Barra dos Coqueiros. Eles prometem permanecer no local em protesto contra a alta do preço do diesel, que sofreu alteração hoje de 0,97%, e do valor do frete, que é de R$13 por tonelada transportada.

A paralisação dos caminhoneiros já começou a afetar alguns serviços em Aracaju. Hoje pela manhã, a Emsurb (Empresa Municipal de Serviços Urbanos)  divulgou uma nota se desculpando pelo atraso no recolhimento do lixo e afirmando que isso ocorre em virtude do bloqueio na BR-101, no trecho que dá acesso a Rosário do Catete, onde está localizado o aterro sanitário. A Emsurb ressalta que acompanha atenta as alternativas criadas pela Empresa Estre, responsável pelo transporte dos resíduos sólidos ao aterro, para retomar a normalidade do serviço.

Redução – A Petrobras anunciou hoje (23), pelo segundo dia consecutivo, redução nos preços da gasolina e do diesel em suas refinarias. A partir de amanhã (24), o preço da gasolina cairá 0,62% e custará R$ 2,0306 o litro. O preço do diesel terá redução de 1,15% e passará a custar R$ 2,3083, de acordo com a estatal.

Em dois dias, as quedas acumuladas chegam a 2,69% para a gasolina e a 2,67% para o diesel. Apesar disso, a gasolina acumula altas de 12,95%, em maio, e de 16,76% em um mês. O diesel soma aumentos de 9,34%, em maio, e de 15,16% em um mês.

O alto valor do preço do combustível é o principal motivo para a manifestação nacional dos caminhoneiros, que começou no final da noite de domingo (20).

Com informações da EBC

Share Button
WWebsites

Leia Também

Mandante do crime do capitão morre com confronto com a polícia

O mandante do crime que teve como vítima o capitão Manoel Alves de Oliveira, 42, …