quarta-feira, 26/09/2018
Início » Editorias » Política » Belivaldo assina convênio com governo paulista na área de segurança
Duplichaves
Belivaldo Chagas no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, para assinatura de convênio

Belivaldo assina convênio com governo paulista na área de segurança

Share Button

Sergipe é o primeiro Estado a assinar um convênio com São Paulo,  com o sistema de inteligência e de integração do banco de dados paulista, conhecido como “Detecta”. Agora pela manhã, 12,  governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, está reunido com o governador paulista, Márcio França, no Palácio dos Bandeirantes, para solenidade de assinatura.

Essa infraestrutura vai permitir um incremento no monitoramento da vigilância do CFTV-CIOSP e também a inclusão no sistema de municípios, associações de bairro, entre outros atores da área de segurança pública.

Os governadores de Sergipe e São Paulo com demais autoridades

“Esse sistema irá permitir uma maior eficiência na prevenção de crimes e de respostas mais imediatas aos crimes praticados. Com isso, teremos nossas polícias trabalhando de forma mais eficiente e melhorar a segurança da nossa população. Quero agradecer, em nome do povo de Sergipe, essa colaboração do governo de São Paulo na melhoria da atuação de inteligência da nossa segurança pública”, disse Belivaldo Chagas.

O encontro conta com a presença do secretário da Segurança Pública de Sergipe João Eloy, o secretário adjunto da Segurança Pública de São, Paulo Sérgio Turra Sobrane, e o diretor do Ciosp Sergipe. coronel William Vasconcelos, e o secretário de Estado da Comunicação Social, Sales Neto.

Detecta –  O Detecta é um sistema de monitoramento inteligente implantado pelo Governo do Estado de São Paulo, composto pelo monitoramento através do uso de câmeras, combinado com o o maior banco de dados de informações policiais da América Latina, integrando ao sistema os bancos de dados das polícias civil e militar, do Registro Digital de Ocorrências (RDO), Instituto de Identificação (IIRGD), Sistema Operacional da Polícia Militar (SIOPM-190), Sistema de Fotos Criminais (Fotocrim), além de dados de veículos e de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do Detran.

Inspirado no Domain Awareness System, sistema de big data utilizado pela prefeitura de Nova Iorque, o Detecta foi anunciado em 2014 como meio multiplataforma de monitoramento e prevenção ao crime, realizado numa parceria com a Microsoft. Foi anunciada, também, a expansão em mais que o dobro do sistema de câmeras do estado.

Uma de suas funcionalidades anunciadas é o reconhecimento automático de situações indicativas de potenciais crimes, como uma moto estacionada entre carros num congestionamento. Sua inauguração deu-se em agosto de 2014.

Um balanço dos resultados do monitoramento no Estado de São Paulo indicam que, no período de 2014 a 19 de abril de 2017, as imagens captadas contribuíram para a prisão de 4.731 pessoas em flagrante delito; interceptação de 3.320 veículos, apreensão de 276 armas de fogo e leitura de 20 bilhões de placas de automóveis. Na capital, durante o mesmo período, 2.942 pessoas foram detidas, 2.172 veículos interceptados e apreendidas 162 armas de fogo.

 

Share Button
WWebsites

Leia Também

Denarc apreende mais de 30 kg de maconha

O Departamento de Investigação de Narcóticos (Denarc) apreendeu mais de 30 quilos de maconha durante …