segunda-feira, 21/10/2019
Início » Editorias » Negócios » Amor e negócios dão certo, garante especialista
Rádio FecomercioPowered by Rock Convert
Cícero Rocha, do Instituto Empresariar

Amor e negócios dão certo, garante especialista

Compartilhe:
JOB Connect - Coworking e Escritório VirtualPowered by Rock Convert

Amor e negócios podem andar unidos?  Para o fundador e CEO do Instituto Empresariar, Cícero Rocha, a reposta é sim. Hoje, segundo ele, 85% das empresas brasileiras são familiares e num ranking de zero a 10, elas têm a nota sete pela qualidade do empreendimento.  Agora, o Instituto Empresariar, presente em vários Estados do país, já tem um representante em Sergipe com o objetivo de dar apoio aos empreendimentos locais.

Na terça-feira, 11, Cícero Rocha falou sobre empresas familiares a jovens da Federação do Comércio de Sergipe (Fecomércio). O assunto foi tão palpitante, já que ele é um dos poucos especialistas do tema no país.

“As dúvidas eram muitas e foi gratificante conversar um assunto tão complexo”, disse Cícero que elencou as principais dúvidas da plateia: “o que fazer com aquele filho que não quer dar continuidade aos negócios? Como convencer as novas gerações? As empresas familiares vão se extinguir? É bom negócio ter uma empresa familiar?”. Segundo Cícero, o importante é ter metodologia para esses casos, a fim de que a empresa dê certo. E ele garante que usando os métodos, os negócios avançam.

Isso porque, antigamente, segundo o especialista, estes negócios eram feitos de forma empírica, sem técnicas e conhecimento. “Usando tudo adequadamente, reduz a possibilidade das empresas perecerem. As empresas familiares são o negócio do futuro. Basta sair do empirismo”, afirmou.

Sonhos

Para Cícero Rocha, é necessário que o casal, ao abrir uma empresa, alinhe os sonhos, pois ele entende que o trabalho é como um casamento. “Tem altos e baixos. Eles têm que conversar para não acabar o casamento. É preciso, também, pensar no futuro e não apenas naquela necessidade, por que a dificuldade vai passar”, frisou.  Ele alerta que, antes mesmo de abrir a empresa, é necessário debater sobre todas as possibilidades, os riscos. Enfim, todos os problemas.

Para o casal abrir um negócio é preciso ter muito equilíbrio para não se frustrar. “Por isso, assim como deve ser no relacionamento, é preciso entender que o seu parceiro tem opiniões diferentes. Além disso, é preciso entender que uma segunda opinião pode ajudar a enxergar outros aspectos e tomar uma decisão mais assertiva para a empresa”, disse.

No entanto, segundo a psicóloga do Instituto Empresariar, Vanuza Ferraz, quando ambos, enquanto casal, conseguem perceber que essa união pode render frutos não somente na constituição de uma família, mas também no campo dos negócios, eles podem conquistar uma força nos empreendimentos. “O entendimento dos negócios fortalece também o próprio relacionamento, pois passam a perceber que estão juntos numa busca de um bem comum”, explica.

O CEO do Instituto Empresariar, Cícero Rocha, explica que existem algumas vantagens entre casais empreendedores. “Em um relacionamento, há a possibilidade de fazer um planejamento mútuo, no qual os dois têm os mesmos objetivos, além disso, há uma motivação quando um pensa em desistir, já que o outro encontra motivos para continuar investindo nos negócios. Ainda temos que citar a cumplicidade e a confiança que existe entre ambas as partes”, avalia.

 

 

Compartilhe:

Leia Também

Currículo bem feito faz a diferença na hora de disputar uma vaga de emprego

Powered by Rock Convert O Brasil tem  12,6 milhões de desempregados, segundo o último dado …

Comentários

WhatsApp chat