domingo, 20/01/2019
Início » Editorias » Política » Aliado de Cunha responde as três ações no STF
Duplichaves
André Moura disse que vai recorrer da decisão do juiz

Aliado de Cunha responde as três ações no STF

Share Button

Um levantamento divulgado pelo Congresso em Foco, mostra que 40 deputados federais que votaram a favor do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, respondem a ações penais. Entre eles, está André Moura, PSC de Sergipe, que tem três: duas por crimes de responsabilidade (ações penais 969 e 973) e uma improbidade administrativa (974), em tramitação no Supremo Tribunal Federal (STF).  Moura é o fiel escudeiro do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, único congressista que já é  réu na Operação Lavajato.

As ações penais contra André Moura estão disponibilizadas no site do STF). O relator de todas as ações é  o ministro Gilmar Mendes. O último movimento delas ocorreu em março deste ano.

As três ações penais teriam ocorrido em Pirambu na gestão do então prefeito Juarez Batista dos Santos, entre janeiro de 2005 e janeiro de 2007. Moura foi prefeito da cidade por dois mandatos e fez de Santos seu sucessor. Os dois romperam.

Por meio da sua assessoria de imprensa, o deputado federal André Moura, disse que “tem reiterado junto à Justiça o caráter persecutório das ações ajuizadas contra ele, em função de resultarem [apenas] de depoimentos de desafetos  odiosos e carecerem de materialidade – o seja, acusam-lhe sem provas”. Ele disse ainda, que “para piorar, foi-lhe negado o amplo direito à defesa, posto que nem o próprio réu  e as testemunhas de defesa foram ouvidas”. Por fim, o parlamentar diz que “confia na Justiça para restabelecer a verdade dos fatos”.

Com informações do Portal Congresso em Foco

 

Share Button
WWebsites

Leia Também

Com decreto, pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, …